Time ClickSpeed completo: JR Oliveira e Wilson Escribano vão a disputa do KWC 2016

Kart Amador |
12 de maio de 2016

Pilotos se juntam a Kleber Barcellos e vão disputar Mundial em julho na Itália (Foto: Emerson Santos / One Photography Media)

 

Depois da primeira Seletiva ClickSpeed ter eleito Kleber Barcellos como o primeiro piloto brasileiro confirmado para representar o Brasil no Kart World Championship, a segunda Seletiva marcada em Interlagos aconteceu no último fim de semana.

Dezoito pilotos correram em busca da última vaga disponível no time ClickSpeed rumo a Itália. A Seletiva atraiu tanto pilotos experientes como JR Oliveira e Juliano Ballarin quanto os mais jovens como Guilherme Maretti e Gustavo Ariel que não fizeram feio nas suas estreias em provas importantes, figurando em posições de destaque no grid.

A primeira corrida foi realizada no Traçado 1. Os primeiros minutos já demonstraram o equilíbrio dos karts e dos competidores da seletiva. Na primeira bateria, os 10 primeiros estavam com uma diferença de menos de 1 segundo, sendo a distância do primeiro para o segundo de 5 centésimos! José Ricardo Oliveira cravou a pole, com Henrique Bolognesi em segundo e Leonardo Ramos em terceiro.

Na primeira prova, José Ricardo conservou a ponta e conseguiu vencer. Leonardo Ramos melhorou sua colocação, ultrapassou Henrique Bolognesi terminando em segundo. Bolognesi ficou mesmo em terceiro.

Leonardo Forcinetti, que havia terminou em 8º, virou a melhor volta, o que de acordo com o regulamento lhe rendeu 2 pontos.

Na tomada de tempo para a segunda bateria, Leonardo Forcinetti que havia acabado de ser o mais rápido da pista na primeira bateria, provou que aquele era o seu momento. Cravou a pole deixando Juliano Ballarin em 2º e em 3º Wilson Escribano. José Ricardo que havia ganhado a primeira etapa, conseguiu somente o 5º tempo.

Leonardo conduziu uma bela corrida e, sem ameaças, terminou em primeiro lugar. Tailor, representante do Sul do país, foi o destaque da prova quando saiu da 4ª posição para terminar em 2º. Escribano permaneceu em 3º, seguido por Juliano Ballarin e José Ricardo Oliveira.

Oliveira, vencedor da 1º bateria, não conseguiu repetir a dose, mas graças a sua melhor volta na corrida somou importantes pontos.

Na terceira e última prova do dia, Leonardo Ramos cravou a pole, com Johnny e Escribano em segundo e terceiro, respectivamente. Iniciada a corrida, o clima entre Leonardo Ramos e Johnny esquentou, fazendo com que o Ramos levasse uma advertência. Nessa disputa, o pelotão que vinha atrás (nesse momento liderado por JR Oliveira) conseguiu chegar, e quando Oliveira tentou a ultrapassagem, acabou tocando Leonardo Ramos, que rodou. A manobra foi interpretada pela direção de provas como advertência.

Escribano que se livrou logo da confusão, conseguiu vencer a prova, com Johnny em segundo e Leonardo Forcinetti em terceiro.

“Venci a primeira bateria e tentei imprimir um ritmo forte logo no início, mas não fui feliz no sorteio dos karts para a segunda e terceira corrida, e ainda sofri com uma advertência que me tiraram o terceiro lugar e mais 5 pontos na tabela. Vi uma vantagem considerável para a final desabar e inverter-se em 7 pontos negativos”, contou JR Oliveira.

Juliano Ballarin também destacou o equilíbrio e inversão constante das posições. “Acabei me inscrevendo de última hora e foi uma ótima opção. Quando cheguei no sábado pela manhã, já vi que não seria fácil. Tinha alguns pilotos muito bons como Zé Ricardo, Alain Rossi, dentre outros. As baterias do sábado acabaram destacando 4 nomes com reais possibilidades ao título para disputar a final no domingo com pontuação dobrada: Leonardo, Zé Ricardo, Juliano Ballarin e Escribano”, apontou Ballarin.

Domingo, dia das mães, os pilotos estavam novamente em Interlagos dessa vez prontos para a final. Foi decidido pelos pilotos que seriam separados os karts mais equilibrados para a corrida, a fim de evitar que o campeão “viesse pelo sorteio”. Iniciada a classificação, esse equilíbrio se mostrou extremamente verdadeiro!

Pole para Juliano Ballarin. José Ricardo ficou em segundo a somente 1 centésimo de diferença. Leonardo Ramos virou exatamente o mesmo tempo de José Ricardo, mas considerando a segunda melhor volta Ricardo se deu melhor. Em quarto ficou Escribano a menos de 2 décimos!

Com esses tempos da classificação já dava para saber que seria sem dúvida uma grande corrida.

Dada a largada, Juliano conseguiu manter a ponta, ficando a disputa mais intensa entre Leonardo e José Ricardo. Escribano aproveitou-se dessa briga e conseguiu ganhar as duas posições, pulando para segundo lugar.

Essas posições se mantiveram durante aproximadamente metade da corrida, quando Escribano vinha tirando em média um décimo por volta de Juliano e JR 2 décimos. Escribano chegou e conseguiu passar Ballarin, assumindo a primeira posição, e com essa breve disputa, JR também conseguiu ficar muito próximo. Começou uma grande disputa entre os 3. Para colocar mais fogo na disputa Leonardo também acabou chegando.

O pole Ballarin bem que tentou se manter na ponta, mas acabou sendo perseguido de perto pelos demais adversários. “Consegui largar bem e deixar o pelotão pra trás brigando e abrir uma certa vantagem. Nessa hora eu estava muito confiante com a vitória, porém após os pilotos terem definido as posições, os 3 começaram a chegar, virando 1, 2, 3 décimos por volta mais rápido e eu desesperado tentando mudar o traçado, fazer alguma coisa pra evitar a aproximação, mas não consegui”, relembra Juliano. “Escribano chegou e em 2 voltas ele me passou. Fiquei bem próximo dele e ele começou a fazer um traçado defensivo, os caras estavam chegando, mas ele continuou no traçado defensivo e com isso o Zé Ricardo chegou junto com o Leonardo, daí virou troca de posição volta a volta, e no decorrer da corrida cada volta um era campeão, os 4 tiveram a chance”, reconheceu Ballarin.

“Foi um show à parte que eles deram a quem estava assistindo a corrida. Não tenho dúvida que foi uma das mais belas corridas que já assisti de kart”, declarou o organizador da Seletiva Everton Carajeleascow.

Faltando apenas uma volta para ser conhecido o último representante brasileiro ao KWC, JR Oliveira abriu na liderança, com Escribano em segundo, seguido de Leonardo e Juliano.

Não foi dada placa de última volta, porém Escribano viu que o diretor de prova já segurava a bandeira quadriculada para o final. O traçado foi feito com os 4 grudados, e na última curva, quando o JR abriu para fazer a curva, Escribano deu o bote certeiro, ultrapassando e terminando em primeiro com JR em segundo.

“A corrida final foi emocionante para que a assistiu e tensa [para quem correu], exigindo muita concentração para os pilotos, aonde durante a corrida 4 pilotos foram campeões temporariamente, devido a grande troca de posições. Na última volta tive um diferencial em perceber de que o fiscal tinha pego a bandeira de chegada, com isso eu me preparei e ataquei o líder na última curva, assim vencendo a final”, disse o vencedor Wilson Escribano.

“Gostei muito da seletiva, do formato e seriedade adotado na competição ao todos os pilotos tiveram chances reais de serem campeões, mesmo ocorrendo algum imprevisto. Exemplo disso foi a minha primeira bateria. Alguns pilotos passaram por cima de um cone e um dos pedaços do mesmo entrou debaixo no meu kart. Com isso perdi dirigibilidade e cai para a última posição. Mesmo me recuperando, cheguei na 15ª posição, porém mesmo com esse resultado ruim fui Vice Campeão com apenas 2 pontos de diferença, ou seja, uma volta rápida ou um pole position me traria o título. Por esse motivo o formato e a condução da competição merece nota 10”, cravou Wilson Escribano.

“Corri a final fazendo cálculos, e no momento em que liderava e estudava os outros pilotos, sofri uma ultrapassagem na última curva. Sem saber que era a última curva não me preocupei em defender posição e logo desceu a quadriculada na reta seguinte. Mas ainda com o segundo lugar consegui garantir a vaga. Agora é redobrar o preparo e encara o mundial”, planeja Oliveira.

A melhor volta foi de JR Oliveira, sendo os 2 pontos que o fizeram ser campeão, mesmo terminando em segundo e com uma belíssima constância durante todo o evento. “A seletiva foi mais uma excelente iniciativa da ClickSpeed, e quando fiquei sabendo das vagas para o mundial KWC, que é o sonho de muitos pilotos, já garanti minha inscrição. Fiquei feliz com o resultado e a vitória veio sofrida, tanto pelo altíssimo nível da competição, como também pelos problemas que enfrentei”, finaliza o campeão JR Oliveira.

Devido a falha na organização da divulgação no dia do evento, considerando Escribano como campeão, a ClickSpeed ofereceu ao inscrição do KWC ao Escribano também, fechando assim a Equipe “ClickSpeed Brazil”, composta pelos pilotos: Kleber Barcellos (campeão Seletiva ClickSpeed – Granja Viana), JR Oliveira (Campeão Seletiva ClickSpeed – Interlagos) e Wilson Escribano ( Vice- campeão Seletiva ClickSpeed – Interlagos).

O incidente não tira o brilho e mérito dos campeões. O notável apoio do Kartódromo de Interlagos para a realização do evento foi um diferencial. Por ser o primeiro ano de Seletivas ClickSpeed ao KWC é natural que ocorram imprevistos e deslizes, contudo, todos os responsáveis tanto pela pista quando da ClickSpeed buscaram realizar um trabalho que proporcionasse uma competição justa, igual e, dentro do possível, com karts equalizados para todos os pilotos competidores.

“Houve um equívoco da parte da organização que dava 2 pontos a mais para o Escribano e lhe concedendo a vitória e a vaga para o KWC, mas em uma atitude digna e extremamente honesta do organizador Everton Carajeleascow na segunda-feira retificou a pontuação e divulgou que o campeão realmente era o Zé Ricardo por 2 pontos, e teve a iniciativa de oferecer ao Escribano a inscrição do KWC como forma de recompensar a confusão feita”, reconheceu Juliano Ballarin. “Quem dera se tivéssemos políticos assim”, finalizou de modo descontraído o piloto.

O maior sinal de respeito a todos os pilotos é o reconhecimento do erro por parte da organização e a abertura de mais uma vaga no Time ClickSpeed, que por sua vez tem tudo para fazer bonito em julho na Itália.

Ci vediamo in Italia! Accelera, ClickSpeed!

 

 



Compartilhe esta notícia nas Redes Sociais: