Peterson Nakamura é o campeão da CPKA Principal; na Light Viviane Gola leva o título

Kart Amador |
15 de dezembro de 2015

Antes da última etapa os dois pilotos eram líderes e na prova não deram chance para os demais concorrentes

 

O último sábado, 12/12, foi dia de decisão para as categorias da CPKA Principal. No kartódromo Granja Viana, em Cotia (SP) pilotos divididos em 7 categorias correram pela última vez em 2015 em busca do título da temporada.

Pela categoria Elite, a briga pelo caneco se concentrou entre dois pilotos: Peterson Nakamura e Allyson Nazário. O que os separava na tabela era apenas 4 pontos. Isso significa que se Nazário terminasse em 1º e Nakamura em 4º, teríamos um novo líder na Elite e conheceríamos o campeão da categoria em 2015.

Mas foi exatamente o contrário que aconteceu. Na tomada de tempo, Peterson ficou com a pole position e Allyson largou no 4º lugar. Na corrida, o líder conseguiu manter a ponta e venceu a prova com tranquilidade. Seu rival ainda conseguiu terminar em 3º. O segundo colocado foi ninguém menos que Wendell Capraro, que na quinta-feira sagrou-se campeão da CPKA Night (Veja a matéria da conquista aqui).

O troféu de campeão para Nakamura premia um piloto sempre presente no pódio e principalmente acostumado com o lugar mais alto do pódio.  Das 9 etapas que o piloto participou venceu nada menos do que 6 delas. Ficou em 2º em outra e duas vezes em 3º.

LIGHT

O título da Light ficou com a única mulher do grid da Light. E esse grid é simplesmente o segundo maior dentre todas as categorias da CPKA que contou com 57 pilotos inscritos em provas ao longo do ano.

“Esse ano foi muito marcante pra mim. Fiz minha estréia no kart profissional, corri de pro 500 no primeiro semestre, e isso me fez evoluir. Estou muito feliz em conquistar meu primeiro título na CPKA, que na minha opinião é o campeonato mais forte de São Paulo”, declara Gola, campeã da Light.

Viviane Gola, entrou na pista como a líder da Light com apenas 3 pontos e meio de vantagem para o segundo colocado Caio Vioto. Para aumentar a pressão, Gola ainda teve que administrar a frustração pelo péssimo resultado que teve na etapa passada, quando ela foi desclassificada e amargurou um 11º lugar.

Mas a 11ª etapa era uma nova chance de correr e mostrar que ela não figura em 1ª na classificação geral a toa. Logo na tomada de tempo, Gola já dava indícios que a rodada passada havia sido superada. A piloto cravou a melhor volta e ficou com a pole position. E as boas notícias para Viviane não terminam por aí. Seu principal concorrente, Caio Vioto iria largar apenas em 10º lugar, espantando um pouco o fantasma de perder o título.

Quanto a corrida, Vioto se recuperou e muito. Saiu de 10º para 5º, uma grande recuperação do talentoso Caio. Mas ele precisava contar com escorregadas da líder da prova e do campeonato Gola. E ela não bobeou. Viviane foi precisa, concentrada e manteve sua primeira posição. Foi a primeira a receber a bandeirada e comemorou muito o título da Light.

O segundo lugar ficou com Juliano Ballarin, dono também do melhor tempo da prova com a marca de 1:03.290. Eduardo Barbosa, Alex Voltolini terminaram em 3º e 4º respectivamente, com André Koga fechando o pódio em 6º.

Viviane após o título ressaltou as adversidades que teve que superar para subir no lugar mais alto do pódio: “A vitória de ontem pra mim foi especial, pois além de garantir meu campeonato, começou a chover logo no começo da corrida. Eu não ando muito bem na chuva ainda, porém ontem meu kart estava ótimo e deu tudo certo na corrida”, finaliza Viviane.



Compartilhe esta notícia nas Redes Sociais: