Pedro Cardoso vence e conquista título da F4 Sul-americana

Fórmula |
7 de dezembro de 2015

Brasiliense lidera praticamente toda a prova e não dá chances aos adversários em Londrina. O peruano Rodrigo Pflucker e o uruguaio Juan Manuel Casella, que também estavam na disputa pelo título, completaram o pódio

Maior vencedor da história da F4 Sul-americana com sete vitórias no ano, o brasiliense Pedro Cardoso ganhou na tarde deste sábado (5) a primeira corrida da oitava etapa da temporada 2015 e da segunda rodada da Copa Brasil da F4 Sul-americana, realizadas no Autódromo Internacional Ayrton Senna, em Londrina (PR). O resultado deu o título por antecipação ao brasiliense, que chegou aos 303 pontos contra 239 do vice-líder, o peruano Rodrigo Pflucker, segundo colocado, e não pode mais ser alcançado pelos rivais. O uruguaio Juan Manuel Casella foi o terceiro e completou o pódio.

A prova foi bastante movimentada desde o início e marcada por alguns acidentes. Na largada, o pole Pflucker e Cardoso, que partiu do segundo posto, disputaram a ponta da prova e o brasiliense levou a melhor em manobra que decidiu o campeonato. No final da reta oposta, Cardoso colocou por dentro e foi para primeiro, deixando o adversário para trás. Na sequência, o argentino Baltazar Leguizamón e o brasileiro Pedro Caland se envolveram em um acidente que provocou a intervenção do Safety Car. Na relargada, os dois primeiros mantiveram os postos e começaram a abrir dos demais.

O acidente obrigou Caland a entrar nos boxes para trocar a asa traseira e, na metade da prova, foi novamente atingido, desta vez pelo carro do chileno Lorenzo Mauriziano. Na liderança, Cardoso apertou o ritmo e abriu vantagem para Pflucker, que se manteve atrás até a bandeirada. Na última volta, Casella e André Pedralli, que disputavam a última posição do pódio, se envolveram em outro acidente que tirou o paranaense da corrida. O uruguaio, no entanto, conseguiu concluir a prova na terceira posição.

 

Pedro Cardoso: “Foi um dia inesquecível. Deu tudo certo no fim de semana e a corrida de hoje foi perfeita. Meu carro esteve sempre rápido e consegui manter um ritmo forte durante toda a prova. Larguei bem, passei a pressionar o Rodrigo logo no início e consegui a ultrapassagem ainda na primeira volta. Depois, tive que me preocupar com o ritmo dele, que também estava forte. Nós dois abrimos do restante e foi só esperar o encerramento da prova. Foi o título mais importante de minha carreira. É um dia inesquecível”.

Rodrigo Pflucker: “Foi uma corrida muito disputada, como não poderia deixar de ser. Desde os primeiros treinos o Pedro e eu estamos muito próximos e alguns detalhes definiram a corrida. Ele me passou ainda no começo, tentei acompanhá-lo, mas ele não deu chances. Está de parabéns e vou para a corrida de amanhã com o objetivo de vencer a última do ano”.

 

Juan Manuel Casella: “A corrida foi muito difícil. No começo consegui ganhar algumas posições e estava com um bom ritmo, mas na última volta fui atingido pelo carro do Pedralli que, por sorte, não me impediu de terminar a prova na terceira colocação. A temporada foi muito equilibrada, estive entre os primeiros durante o ano todo. De maneira geral, estou satisfeito com meu desempenho no ano”.

Resultado da primeira corrida:
1) Pedro Cardoso (BRA) – 15 voltas em 22min43s822
2) Rodrigo Pflucker (PER) – a 1s630
3) Juan Manuel Casella (URU) – a 17s488
4) Bruna Tomaselli (BRA) – a 19s276
5) Leandro Guedes (BRA) – a 28s314
6) André Pedralli (BRA) – 14 voltas
7) Lorenzo Mauriziano (CHI) – a 10s624
8) Pedro Caland (BRA) – a 1min24s038

Classificação do campeonato:
1) Pedro Cardoso (BRA) – 303 pontos
2) Rodrigo Pflucker (PER) – 239 pontos
3) Juan Manuel Casella (URU) – 211 pontos
4) Pedro Caland (BRA) – 188 pontos
5) Leandro Guedes (BRA) – 134 pontos
6) Bruna Tomaselli (BRA) – 96 pontos
7) Federico Iribarne (ARG) – 91 pontos
8) Baltazar Leguizamón (ARG) – 89 pontos
9) Lorenzo Mauriziano (CHI) – 69 pontos
10) Diego Muraglia (URU) – 55 pontos
11) Francisco Cammarota (URU) – 45 pontos
12) Agustín Lima Capitao (ARG) – 42 pontos
13) Juan Cruz Acosta (ARG) – 33 pontos
14) Nicolás Muraglia (URU) – 30 pontos
15) Maximiliano Soto Zurita (CHI) – 27 pontos
16) André Pedralli (BRA) – 26 pontos
17) Daniel Duarte (BRA) – 21 pontos
18) Jorge Matos (EQU) – 6 pontos

Classificação da Copa Brasil:
1) Pedro Cardoso (BRA) – 96 pontos
2) Rodrigo Pflucker (PER) – 77 pontos
3) Bruna Tomaselli (BRA) – 46 pontos
4) Juan Manuel Casella (URU) – 36 pontos
5) Pedro Caland (BRA) – 31 pontos
6) Baltazar Leguizamón (ARG) – 30 pontos
7) Lorenzo Mauriziano (CHI) – 30 pontos
8) Leandro Guedes (BRA) – 28 pontos
9) André Pedralli (BRA) – 26 pontos
10) Daniel Duarte (BRA) – 3 pontos

 

 

Foto: Divulgação



Compartilhe esta notícia nas Redes Sociais: