Inclusão social também no Kart Amador

Kart Amador |
1 de março de 2016

O campeonato de kart amador organizado pela Stock Kart é o mais novo desafio escolhido pelo piloto Leandro Gatto neste ano de 2016.

Gatto, que após um acidente há sete anos, passou a ser cadeirante, o que fez com que aposentasse o seu kart particular e abandonasse as pistas temporariamente.

A galera da empresa Porto Seguro, onde ele trabalha, sempre se reúne para correr de kart, e seu colega Alex Del Campo cogitou a possibilidade de fazerem uma adaptação num kart de aluguel. Foi quando o diretor da empresa entrou em contato com o Tuka Rocha, um dos proprietários do Kartódromo Speed Land, o qual gostou e aprovou o projeto, abraçando também essa causa, disponibilizando um kart e arcando com os custos da adaptação.

Surgia aí a oportunidade de diversão em conjunto, correndo de igual para igual com os outros participantes e amigos.

O projeto saiu do papel e se concretizou!

Gatto fez várias corridas e após se familiarizar-se com o monoposto, consultou seu colega, que já corria no campeonato, se era possível sua participação, e de imediato foi aprovada!

Seu objetivo para esta temporada é completar todas as etapas, evoluir e não ficar em último colocado, mas pelo visto já começou melhor do que era esperado, pois garantiu sua classificação entre os “top 10”!

Nesta etapa de estréia no Speed Land, na categoria Stock Premium, realizada nesta última quinta-feira dia 25/02/2016, ele demonstrou toda sua habilidade, largando em P9 e cruzando a linha de chegada em P8.

Estavam presentes 19 pilotos, todos experientes, inclusive o Campeão das 500 Milhas do KGV 2015, o que tornou a corrida mais competitiva e emocionante.

Gatto, ao final da prova, informou que precisa melhorar sua resistência física, o que lhe trará resultados ainda melhores. Toda a galera também torce por isso.

Esperamos que atitudes de empresários, como esta, sejam mais um passo para que a inclusão social faça parte do nosso dia a dia e que cresça cada vez mais. Todos apoiam iniciativas como esta, não só no kartismo, mas em todas as ações que beneficiam a convivência em sociedade.

 

Este foi o resultado final da prova:

 

(colocação / piloto / melhor volta)

 

1º – Rossano Monteiro – 0:50.591

2º – Rogério Alves – 0:50.341

3º – Romeu São Marcos – 0:50.516

4º – Alexandre Nishida – 0:51.334

5º -Claudio Martins – 0:51.881

6º – Alex Del Campo – 0:51.652

7º – Hercilio Colazzo – 0:51.833

8º – Leandro Gatto – 0:52.114

9º -Christian Doin – 0:51.920

10º – Rafael Bembibre – 0:51.717

11º – Renato Leal  – 0:51.327

12º – Carlos Araújo – 0:52.136

13º – Eduardo Gonzales– 0:51.378

14º – Leandro Castan – 0:52.299

15º – Eduardo Castilho – 0:52.250

16º – Reinaldo Levy – 0:52.400

17º – Fernando Castan – 0:52.769

18º – Flavio de Sousa – 0:53.064

19º – Alexandre Malmegrin  – 0:54.114

 

 

Texto: Marcelo Francisco | www.stockkart.net.br
Fotos: Alessandro Rodrigues



Compartilhe esta notícia nas Redes Sociais: