F4 Sul-americana: “Sempre pensei no título”, relata Pedro Caland

Fórmula |
26 de novembro de 2015

Um dos quatro postulantes ao segundo título da história da F4 Sul-americana, Pedro Caland é um dos pilotos mais jovens do grid. Com apenas 15 anos, o brasiliense surpreendeu pela sua rápida evolução na categoria continental e chega para a última etapa, que será realizada no Autódromo Internacional Ayrton Senna, em Londrina (PR), dias 4, 5 e 6 de dezembro, com chances de conquistar o título. Vencedor de duas provas no ano, Caland ocupa a quarta colocação na tabela com 180 pontos e está a 72 do líder e conterrâneo Pedro Cardoso. O piloto sabe que a tarefa será difícil, mas não impossível.

Como está sendo a sua preparação para a última etapa do ano?
PC: Estou treinando muito de kart e no simulador quando tenho tempo livre. Essa etapa será especial e quero chegar muito bem preparado para as corridas.

Qual será o principal fator para a definição do título?
PC: Como temos quatro pilotos com oportunidade de levar o título, a corrida de Londrina será muito disputada. Acho que posso ter bons resultados desde o início das atividades e quero começar a marcar o caminho na classificação para chegar na frente na primeira corrida.

Qual foi a melhor corrida que você teve no ano?
PC: Sem dúvida, as melhores corridas que tive foram em Termas de Río Hondo, na sexta etapa do ano. Não apenas por ser um circuito incrível e de primeiro nível, mas também pelo meu desempenho. Conquistei a pole e venci duas das três corridas realizadas. Foi um fim de semana muito bom.

Você imaginava no início do ano que terminaria a temporada com chances de ser campeão?
PC: O campeonato da F4 Sul-americana foi e será muito disputado até o final. Chegar à última etapa com quatro pilotos na briga e ser um deles é algo que te dá muita satisfação. Meus resultados foram muito positivos desde o princípio e sempre pensei no título.

Independente do resultado do fim de semana, você aprova sua temporada na F4 Sul-americana?
PC: Estou muito contente com meu ano na F4. Foi uma temporada de aprendizado e muito dura. Percebi que evoluí durante o campeonato e estou bastante satisfeito com a categoria.

 

 

Fonte: Ricardo Montesano
Foto: Divulgação



Compartilhe esta notícia nas Redes Sociais: