F3 Brasil Light: Guilherme Samaia prevê dificuldades em Campo Grande

Fórmula |
9 de setembro de 2015

Líder do campeonato acredita que calor da capital do Mato Grosso do Sul pode ser fator determinante para apontar vencedores da sexta etapa da temporada

As altas temperaturas podem ser fatores determinantes para definir os vencedores da sexta etapa da temporada da F3 Brasil Light, que acontecerá neste fim de semana no Autódromo Internacional de Campo Grande (MS). A opinião é do líder do campeonato, o paulista Guilherme Samaia, que tem 108 pontos e disputará pela primeira vez uma corrida na capital do Mato Grosso do Sul. O piloto da equipe Cesário Fórmula tem como objetivo se firmar ainda mais na ponta da tabela, já que o campeonato entrou na reta final e pode decidir o título na próxima etapa, prevista para acontecer em Curitiba, no dia 18 de outubro.

Samaia nunca disputou uma prova em Campo Grande e terá que aprender o traçado de 3.433 metros nos primeiros treinos livres. No entanto, o piloto já sabe que as características do circuito são tradicionalmente hostis ao desempenho dos pneus, já que o asfalto é extremamente abrasivo e as altas temperaturas podem aparecer nas corridas sul-matogrossenses. Desta forma, Samaia aposta em uma etapa desgastante e acredita que o piloto que souber administrar melhor o equipamento levará vantagem nas provas.

 

Com seis vitórias em dez corridas e único piloto do grid a vencer ao menos uma prova em cada etapa, Samaia volta também suas atenções às condições climáticas do fim de semana. A previsão do tempo indica 80% de chances de chuva para os primeiros treinos livres de sexta-feira, o que pode dificultar seu aprendizado sobre o traçado. No sábado e domingo, a classificação e as duas corridas devem acontecer com pista seca.

Guilherme Samaia: “Não conheço a pista de Campo Grande e por isso acredito que será uma etapa difícil. Terei que aprender o traçado logo nos primeiros treinos livres e, ainda por cima, pode chover na sexta-feira. Porém, como líder do campeonato, quero fazer uma corrida pensando no título. O retrospecto durante a temporada joga a nosso favor e quero sair desta etapa com uma vantagem maior do que a do momento. Será mais uma prova competitiva e que pode exigir bastante do equipamento”.

 

Classificação do campeonato (pilotos):
1) Guilherme Samaia – 108 pontos
2) Matheus Muniz – 78
3) Igor Fraga – 56
4) Pedro Cardoso – 48
5) Andreas Visnardi – 45
6) Felipe Ortiz – 9

Classificação do campeonato (equipes):
1) Cesário F3 – 144 pontos
2) Prop Car – 134 pontos
3) RR Racing – 59 pontos
4) BEM Racing – 0 ponto

 

Texto: Ricardo Montesano
Foto: Luca Bassani



Compartilhe esta notícia nas Redes Sociais: