Em seu primeiro ano, ClickSpeed Brazil Team coloca brasileiro na final do KWC

Kart Amador |
9 de agosto de 2016

Participante das Seletivas ClickSpeed, José Ricardo de Oliveira chegou às finais do Mundial na Itália

As últimas semanas do mês de julho marcaram a realização do Kart World Championship (KWC). Sediado na comuna italiana de Martinsicuro, a edição deste ano ficou marcada para o Brasil como a volta dos nossos compatriotas às finais do Mundial. Em 2014, o paulista Mauricio Pereira foi o campeão quando o KWC foi disputado no Brasil. Ano passado, o belga Mathias Grooten venceu na Itália e não concorreu com nenhum brasileiro na final.

As coisas mudaram este ano graças ao qualificado time ClickSpeed Brazil Team que foi formado após duas Seletivas de altíssimo nível nos kartódromos Granja Viana e Interlagos. Das provas, saíram os nomes Kléber Barcellos, José Ricardo e Wilson Escribano.

Antes mesmo de pisar na pista do kartódromo italiano, os brasileiros já tiveram que lidar com uma desvantagem frente aos pilotos da casa. “Os brasileiros chegam a fazer de 5 a 10 treinos, enquanto os europeus fazem de 50 a 100 treinos na pista, ou seja, são 10 vezes mais. Então, é obvio que a sensibilidade desses pilotos é mais apurada, muito mais fina, em cima de um kart que os brasileiros não estão acostumados, o que muda completamente o comportamento aqui e assim temos que fazer adaptações para fazer um bom tempo”, afirmou JR Oliveira.

 

 

 

Após a disputa do Nations Cup, o ClickSpeed Brazil Team focou nas preparações para o KWC nos treinos na segunda e terça-feira. No dia seguinte começaram as baterias classificatórias. “Quando fizeram o primeiro sorteio dos karts, percebi que haveria chance de conquistar bons pontos para o campeonato, pois estava sempre me destacando nas baterias anteriores, consegui fazer o melhor tempo na tomada e imprimi um bom ritmo na prova”, contou o piloto brasileiro JR Oliveira. “Sem dúvida pela experiência que tenho de mais de 20 anos de kart me senti com uma responsabilidade de chegar longe”, continuou JR.

E Oliveira não poderia estar mais certo. O brasileiro acabou fazendo barba, cabelo e bigode com uma pole, vitória e melhor volta. Nas primeiras etapas classificatórias as nossas chances eram boas. Todos os nossos representantes brasileiros foram muito bem somando duas vitórias nas classificatórias, além de um p7 e p10, posições que importantes para pontuar no campeonato.

“De um modo geral, começamos muito bem o campeonato. Talvez para surpresa da primeira etapa, foi quando larguei em 6º em uma bateria que tinha um tri campeão mundial de kart indoor e consegui superá-lo e ganhar a primeira bateria”, ressalta JR. A partir daí as coisas começaram a ficar complicadas para os brasileiros: “Eu senti que depois que fizemos uma boa corrida aumentou o nosso nível de dificuldade com relação aos sorteios dos karts e da fiscalização”.

 

 

 

“Na corrida seguinte, que eu cheguei em 4º lugar, eu tive uma punição porque resvalei apenas em uma barreira, outros pilotos acabaram não levando a mesma punição e isso me custou pontos importantes. De modo geral, se não fosse a punição e os sorteios de kart sem dúvida conseguiríamos chegar com chances reais de título. A punição foi inclusive contestada até pelo presidente do KWC Poul Hornemann”.

“Na semifinal acabei disputando com o Regis Gosteling que é o líder do campeonato mundial e no duelo contra ele, consegui superá-lo e isso me deu um moral muito boa. Ao final da prova fui cumprimentado pelos pilotos e equipes de kart”, relembrou o melhor piloto brasileiro na Itália, JR Oliveira.

Porém, na grande final a sorte não estava do lado verde e amarelo. “Peguei um kart que a 5ª marcha escapava na reta e em 45 minutos de prova com quase toda volta passando por isso, foi impossível. O piloto que largou em penúltimo ganhou a corrida. Em condições iguais isso seria praticamente impossível”, explicou Oliveira. “Mas valeu a experiência e tudo é aprendizado. Sem dúvida saímos daqui muito mais fortalecidos e sabendo que existe muito a melhorar em nossos campeonatos e regras. Mas quanto a equalização de karts, nós já os superamos”, descontrai o piloto.

 

 

 Resultados finais

 

 

1 Haarbosch (JR) Rico NED
2 Boutens Ruben NED
3 Javanainen Rickard SWE
4 Holler Dennis GER
5 Baccellieri (JR) Giovanni BEL
6 Gosselin Régis BEL
7 Breckpott Matts BEL
8 Teeuwen Arnaud BEL
9 Stolk Lorenzo NED
10 Stasek Christoph AUT
19 Oliveira J.R. BRA
64 Escribano Wilson BRA
65 Barcellos Kleber BRA

Total de pilotos participantes: 102

 

Experiência proporcionada pela ClickSpeed

Em meio a tantas disputas e corridas nesta edição do KWC, uma coisa com certeza pesa mais do que qualquer troféu na bagagem. Os integrantes do ClickSpeed Brazil Team são unanimes com relação a experiência internacional em competições de kart.

O intercâmbio trouxe aos nossos pilotos um conhecimento mais aprofundado sobre estilo de torneio, diferença de regulamento, estrutura e potência dos karts e do kartódromo, enfim uma nova visão sobre o próprio automobilismo.

“Realmente eu adquiri muita experiência em correr na Europa, pois o nível é bem alto. A competitividade é intensa. Foi a primeira vez que corri com Shifter em um motor de 4 tempos… algo que poderíamos ter no Brasil, nos kartódromos da Granja Viana, Interlagos, Aldeia da Serra e Betim”, contou Wilson Escritbano.

 

 

De oito corridas disputadas no país mediterrâneo, nossos representantes brasileiros não decepcionaram quando correram com um kart bom e conseguiram um bom desempenho, saindo até com vitória e elevando assim o Brasil frente às outras nacionalidades.

Em 2017, a ClickSpeed planeja pelo menos dobrar o número de brasileiros enviados ao exterior, nos representando no maior evento de kart rental do mundo!

Fique ligado para saber como participar e viver essa experiência única de disputar posições com os melhores pilotos de kart do planeta.

Quem desejar se inscrever no mailing para receber informações das Seletivas ao KWC 2017 devem enviar, assim que definido o regulamento com o calendário e kartódromos que ocorrerão as disputas, um e-mail para everton@clickspeed.com.br com o Assunto “Seletivas ao KWC 2017”, e na mensagem colocar nome completo e celular.



Compartilhe esta notícia nas Redes Sociais: