CKB Estreantes B: Traçado Suzuka define vencedor da 7ª etapa no Kartódromo Internacional Nova Odessa

Kart Amador |
11 de setembro de 2015

A 7ª etapa da categoria Estreantes da Copa KART BRASIL foi disputada em 23 de agosto no Kartódromo Internacional Nova Odessa utilizando o traçado Suzuka, percorrido no sentido horário. A categoria contou com 33 participantes, os quais foram divididos em duas baterias: Estreantes A, com 16 pilotos e Estreantes B, com 17. A divisão das baterias levou em consideração a colocação dos pilotos na pontuação do campeonato após a 6ª etapa. Ao contrário das demais categorias que tiveram o encerramento do 1º turno na 5ª etapa, o campeão do 1º turno da categoria Estreantes só será conhecido na próxima prova em setembro, quando haverá a divisão da categoria em definitivo para o resto da temporada.

Diego dos Santos conquistou a sua 1ª vitória na Bateria B da categoria Estreantes de forma suprema, largando na pole-position; liderando da bandeira verde à bandeira quadricula; e ainda marcando a melhor volta da corrida. Carlos Henrique Oliveira terminou na 2ª colocação, mas foi desclassificado na pesagem após a prova por não ter atingido o peso mínimo estabelecido para o piloto da categoria. Assim, Ari Alamo foi promovido para o 2º lugar após ter largado na 4ª posição, pulado para a 2ª na largada e ter perdido a vice-liderança para Carlos na 7ª volta. Everaldo Tozzi foi o 3º colocado com Matheus Motta próximo dele na bandeirada. Pedro Ernesto Ricciardi completou o pódio da etapa com a 5ª colocação.

Clube KART BRASIL (Foto: Camila Silvério)Clube KART BRASIL (Foto: Camila Silvério)

Tomada de Tempos

Diego dos Santos foi soberano nos 07 minutos da sessão de classificação para a formação do grid de largada da bateria B da categoria Estreantes, cravando 55.653 logo na 3ª volta, após o aquecimento adequado dos pneus do seu kart. Diego construiu uma vantagem de mais de 01s para Carlos Henrique Oliveira, que cravou 56.665s, e dividiu a 1ª fila em família, pois Diego é filho de Joseir dos Santos (piloto da Estreantres A nesta etapa) e Carlos Henrique é enteado de Joseir. Pedro Ernesto Ricciardi largou na 3ª posição com o tempo de 56.827 alinhando ao lado de Ari Alamo na 2ª fila, o 4º colocado, com o tempo de 56.939. O 5º na grelha de partida foi Matheus Motta, com 57.100, adiante de Everaldo Tozzi, o 6º colocado, com o tempo de 57.243.

Bruno Rodrigues largou na 7ª posição com a marca de 57.256 e dividiu a 4ª fila com Rafael D’Agostini, com 57.479. Carlos Henrique Augusti alinhou em 9º com 57.743 e Ryan Nishioka, com 57.854 fechou os 10 primeiros no grid. Joariane Alves veio a seguir com 57.798 e Leandro Cerbi surgiu na 12ª colocação com 58.140. Douglas Martins partiu da 13ª posição na 7ª fila com 59.157, ladeado por Douglas Martins, com 59.157. Igor Brunelli, com 59.907, largou em 14º adiante de Gustavo Silva, com 59.909, 2 milésimos de segundo de diferença. Fernando Martins apareceu no 16º posto com 01:01.310, arrancando no lado de fora da 8ª fila. Rayron Alves cravou 01:02.144 e completou o grid de largada da bateria B da 7ª da categoria Estreantes da Copa KART BRASIL.

Clube KART BRASIL (Foto: Camila Silvério)Clube KART BRASIL (Foto: Camila Silvério)

Corrida

Diego dos Santos fez boa largada mantendo-se à frente do pelotão e foi seguido por Ari Alamo, que pulou da 4ª para a 2ª colocação, superando Carlos Henrique Oliveira e Pedro Ernesto Ricciardi. Carlos Henrique manteve a 3ª colocação no fechamento da 1ª volta adiante de Everaldo Tozzi, que havia largado em 6º lugar. Bruno Rodrigues também ganhou 2 posições para emergir em 5º lugar, à frente de Pedro Ernesto Ricciardi, que perdeu 3 posições desde que a bandeira verde foi acionada. Rafael D’Agostini era o 8º e Matheus Motta caíra da 5ª colocação na partida para a 9ª. Ryan Nishioka fechava os 10 primeiros. Completavam o pelotão no 1º giro, na ordem: Leandro Cerbi, Carlos Henrique Augusti, Douglas Martins, Gustavo Silva, Joariane Alves, Rayron Alves e Fernando Martins.

Na 3ª volta os quatro primeiros (Diego dos Santos, Ari Alamo, Carlos Henrique Oliveira e Everaldo Tozzi) permaneciam os mesmos da 1ª volta, mas o 5º colocado já era Matheus Motta, que ultrapassou Rafael D’Agostini no 2º giro, fazendo o mesmo no 3º sobre Pedro Ernesto Ricciardi (nesse lance Matheus tomou uma punição por atitude anti-desportiva) e Bruno Rodrigues, saltando de 8º para a 5º colocação em 2 voltas. Pedro Ernesto Ricciardi era o 6º, adiante de Rafael D’Agostini e de Bruno Rodrigues, que caiu da 5ª para a 8ª posição. Ryan Nishioka ganhara uma posição surgindo em 9º adiante de Carlos Henrique Augusti. Vinham a seguir: Leandro Cerbi, Joariane Alves, Douglas Martins, Gustavo Silva, Igor Brunelli, Rayron Alves e Fernando Martins.

Clube KART BRASIL (Foto: Camila Silvério)Clube KART BRASIL (Foto: Camila Silvério)

Diego dos Santos seguia muito tranquilo na ponta na 7ª volta, quando Carlos Henrique Oliveira deu o bote em Ari Alamo para lhe tomar a 2ª posição. Everaldo Tozzi seguia na 4ª colocação à frente de Matheus Motta, o 5º colocado, e de Everaldo Tozzi, o 6º. A luta pela 7ª posição envolvia 4 pilotos: Bruno Rodrigues (#07 – foto acima), que ultrapassou Rafael D’Agostini (#31) na 4ª passagem; Carlos Henrique Augusti (#50); e Ryan Nishioka (#29). Leandro Cerbi continuava em 11º, adiante de Joariane Alves e de Gustavo Silva, o 13º; que tinha superado Douglas Martins na 7ª volta. Igor Brunelli fechava os 15 primeiros. Rayron Alves e Fernando Martins concluíam o pelotão.

Com a corrida já na sua metade Diego dos Santos tinha “sumido de vista” em relação a Carlos Henrique Oliveira, que começava a abrir vantagem sobre Ari Alamo. A briga pela 4ª colocação era sensacional entre Everaldo Tozzi (#35 – foto abaixo), Pedro Ernesto Ricciardi (#21) e Matheus Motta (#22), com algumas trocas de posições entre eles. Bruno Rodrigues era o 7º colocado sem ter refresco de Rafael D’Agostini e de Carlos Henrique Augusti na luta por aquela posição. Ryan Nishioka duelava pelo 10º lugar com Leandro Cerbi, enquanto Joriane Alves permanecia na 12ª colocação adiante de Joriane Alves e de Gustavo Silva, o 13º. Douglas Martins vinha a seguir à frente de Igor Brunelli, que batalhava pela pelo 15º posto contra Rayron Alves. Fernando Martins concluía o grupo.

Clube KART BRASIL (Foto: Camila Silvério)Clube KART BRASIL (Foto: Camila Silvério)

No início do 2º terço da corrida, a cerca da 15ª volta, Diego dos Santos administrava a sua corrida sem nenhuma dificuldade, abrindo cada vez mais em relação a Carlos Henrique Oliveira, ele também já tranquilo na vice-liderança da prova à frente de Ari Alamo. Everaldo Tozzi persistia na 4ª colocação, seguido de perto por Matheus Motta e de Pedro Ernesto Ricciardi. Rafael D’Agostini ultrapassou Bruno Rodrigues na 13ª volta para ser o 7º colocado e Carlos Henrique Augusti fez o mesmo no giro seguinte para ocupar a 8ª posição. Bruno caiu de 7º para 9º em 2 voltas, ainda à frente de Ryan Nishioka, que fechava os 10 primeiros. Leandro Cerbi era o 11º, adiante de Joariane Alves e de Gustavo Silva, o 13º. Douglas Martins continuava à frente de Igor Brunelli, Rayron Alves e de Fernando Martins.

A corrida se encaminhou para o seu final e Diego dos Santos “só” teve o trabalho de conduzir sereno até a bandeirada, para vencer a sua 1ª corrida nos eventos do Clube KART BRASIL. Concluiu as 23 voltas da corrida com uma vantagem de 23.887 sobre Carlos Henrique Oliveira, o 2º colocado. Carlos Henrique também fez um final da prova tranquilo sem ser incomodado, mas foi desclassificado da prova por não ter atingido o peso mínimo de 90kg estabelecido para a os pilotos da categoria na pesagem dos 6 primeiros após a corrida, mesmo com o uso de lastro. A diferença constatada na pesagem foi de menos de 200 gramas, que “pesou” o suficiente para justificar a desclassificação.

Clube KART BRASIL (Foto: Camila Silvério)Clube KART BRASIL (Foto: Camila Silvério)

Ari Alamo terminou a prova na 3ª posição conseguindo se distanciar um pouco de Everaldo Tozzi, o 4º colocado, até a bandeirada. Everaldo chegou a sair da pista em seu terço final “passeando” na terra, mas sem consequências no seu resultado final. Matheus Motta também seguiu na 5ª posição, adiante de Pedro Ernesto Ricciardi. Rafael D’Agostini (#31 – foto acima) conseguiu resistir à pressão de Carlos Henrique Augusti (#50) até a 3 voltas para o final, quando foi ultrapassado por Carlos, que lhe tomou a 7ª colocação. Dessa forma, Rafael foi o 8º colocado, logo adiante de Bruno Rodrigues (#07) que via a disputa entre os dois à sua frente de perto. Leandro Cerbi ultrapassou Ryan Nishioka na 17ª volta para ser o 10º colocado ao término da prova.

Joariane Alves perseguiu Ryan Nishioka, depois de superado por Leandro, até que conseguiu ultrapassar Ryan na última volta da corrida. Dessa forma, Joariane foi o 11º colocado e Ryan ficou com o 12º lugar, depois de passar boa parte da prova entre os 10 primeiros. Aos 13 anos, Ryan é o piloto mais novo da Copa KART BRASIL e esta foi apenas a sua 2ª corrida na temporada. Gustavo Silva terminou a prova a 1 volta do líder na 13ª colocação, adiante de Douglas Martins, que fez a sua estreia no campeonato nesta etapa e está se familiarizando com a categoria. Igor Brunelli terminou na 15ª posição e Rayron Alves o 16º. Fernando Martins desistiu da corrida na 17º volta por quebra do cubo de uma roda do eixo traseiro de seu kart.

Clube KART BRASIL (Foto: Camila Silvério)Clube KART BRASIL (Foto: Camila Silvério)

Resultados

Diego dos Santos (foto acima), que correu na Bateria A da categoria Estreantes na 6ª etapa, venceu a 7ª etapa da bateria B da categoria Estreantes da Copa KART BRASIL, carimbando o seu passaporte de volta para a Bateria A na próxima etapa. Com o resultado, Diego aparece na 10ª colocação na classificação geral do campeonato e está qualificado para voltar a disputar a bateria A, que contempla os 20 melhores na classificação. E carimbou de forma dominante, com direito a pole-position, liderança de ponta a ponta e melhor volta. Diego se mostrou muito tranquilo durante a corrida e manteve um ritmo muito forte, abrindo 23s em 23 voltas de corrida para o 2º colocado, Carlos Henrique Oliveira. Já na tomada de tempos tinha sido 01s mais rápido do que os demais. Uma performance exemplar.

Com a desclassificação de Carlos Henrique Oliveira por falta de peso, a 2ª colocação ficou para Ari Alamo (#24 – foto abaixo) no resultado oficial da prova. A desclassificação ocorreu depois da corrida na pesagem oficial dos 6 primeiros colocados por causa de cerca de 200g e não tira o mérito da bela corrida que fez Carlos Henrique (#23). Partindo da 2ª colocação no grid, a perdeu para Ari Alamo logo na largada e a recuperou na 7ª volta, seguindo na 2ª posição até o final. Ari Alamo, por sua vez, entrou no campeonato apenas na 4ª etapa e repetiu o 2º lugar no pódio que já tinha sido seu na etapa anterior. Ari largou na 4ª posição e já pulou para 2º na largada, sendo ultrapassado por Carlos Henrique ainda antes da metade da prova. Depois, manteve o ritmo se garantindo na 3ª posição.

Clube KART BRASIL (Foto: Camila Silvério)Clube KART BRASIL (Foto: Camila Silvério)

O 3º colocado no resultado oficial da etapa foi Everaldo Tozzi (#35 – foto abaixo), que a exemplo de Diego dos Santos disputará a bateria A na próxima etapa, ocupando agora a 17ª colocação no campeonato. Everaldo largou na 6ª posição e ganhou 2 colocações logo na 1ª volta e do 4º lugar não saiu até o final. Matheus Motta o seguiu de perto até o fim, mas não conseguiu superá-lo. Esse foi o 2º pódio de Everaldo na temporada, o primeiro foi conquistado na 4ª etapa com o 5º lugar. Matheus Motta foi o 4º colocado no resultado oficial depois de largar na 5ª colocação, mas cair para 8º no fechamento da 1ª volta. Em duas voltas já ocupava a 5ª colocação, para não mais perdê-la. Matheus entrou no campeonato apenas na 6ª etapa e já conquistou o seu 1º pódio.

Pedro Ernesto Ricciardi fez a sua estreia nesta etapa na Copa KART BRASIL conquistando a 5ª colocação no resultado oficial da prova e seu lugar no pódio. Pedro fez uma boa tomada de tempos partindo da 3ª posição e passou boa parte da corrida disputando a 5ª colocação com Matheus Motta, terminando em 6º e sendo beneficiado pela desclassificação de Carlos Henrique Oliveira. Carlos Henrique Augusti, que terminou na 7ª colocação na pista, também estreou nesta etapa na categoria e já sentiu o clima do campeonato com suas boas disputas. Augusti largou na 9ª posição, passou na 12ª na 1ª volta, superando em sua trajetória para a 7ª colocação Leandro Cerbi, Igor Brunelli, Ryan Nishioka, Bruno Rodrigues e Rafael D’Agostini, este último a duas voltas da quadriculada.

Clube KART BRASIL (Foto: Camila Silvério)Clube KART BRASIL (Foto: Camila Silvério)

O 7º colocado no resultado oficial foi Rafael D’Agostini, o 8º colocado na pista. D’Agostini largou em 8º e ganhou uma posição após a largada, mas foi ultrapassado por Matheus Motta ainda na 2ª volta. Superou Bruno Rodrigues na 3ª volta e recebeu o troco na volta seguinte. A briga entre os dois prosseguiu até que passou Bruno mais uma vez na 13ª passagem. A duas voltas da bandeirada foi superado por Carlos Henrique Augusti. Bruno Rodrigues foi o 8º colocado no resultado oficial da prova depois de uma corrida bem agitada. Largou em 7º lugar e pulou para o 5º posto logo na primeira volta, caindo para 8ª duas voltas depois. Foi para a 7ª na volta seguinte superando Rafael D’Agostini, sendo ultrapassado por ele na 13ª volta, já perdendo a 8ª posição na volta seguinte para Carlos Henrique Augusti.

Leandro Cerbi foi o 9º colocado no resultado oficial com a desclassificação de Carlos Henrique Oliveira. Leandro obteve o seu melhor resultado até aqui e seu primeiro top ten na temporada. Largou na 9ª posição, mas caiu para 11º na volta inaugural. Passou boa parte da prova no encalço de Ryan Nishioka na luta pela 10ª colocação, a conquistando com uma ultrapassagem sobre Ryan na 19ª volta. Joariane Alves fechou os 10 primeiros no resultado oficial, largando em 10º lugar, mas perdendo 5 posições na 1ª volta. Para chegar até a 11ª posição, a que ocupou na pista quando da bandeirada, Joariane superou Gustavo Silva e Igor Brunelli ainda na 2ª volta. Ainda ultrapassou Douglas Martins na passagem seguinte e Ryan Nishioka na última volta.

Clube KART BRASIL (Foto: Camila Silvério)Clube KART BRASIL (Foto: Camila Silvério)
Texto: Marcio Gessoni
Foto: Camila Silvério


Compartilhe esta notícia nas Redes Sociais: