CKB Estreantes A: Fábio Andrade fez prova perfeita e conquista 2ª vitória na temporada

Kart Amador |
10 de setembro de 2015

A 7ª etapa da categoria Estreantes da Copa KART BRASIL foi disputada em 23 de agosto no Kartódromo Internacional Nova Odessa utilizando o traçado Suzuka, percorrido no sentido horário. A categoria contou com 33 participantes, os quais foram divididos em duas baterias: Estreantes A, com 16 pilotos e Estreantes B, com 17. A divisão das baterias levou em consideração a colocação dos pilotos na pontuação do campeonato após a 6ª etapa. Ao contrário das demais categorias que tiveram o encerramento do 1º turno na 5ª etapa, o campeão do 1º turno da categoria Estreantes só será conhecido na próxima etapa em setembro, quando haverá a divisão da categoria em definitivo para o resto da temporada.

Fábio Andrade consolidou a sua liderança no campeonato conquistando a sua 2ª vitória no ano (a outra foi na 2ª etapa) largando da pole-position e liderando todas as voltas. O 2º colocado foi Marcelo Momo, que largou em 2º, mas caiu para o 7º lugar após a largada e fez uma impressionante corrida de recuperação, cravando a melhor volta da corrida na 11ª passagem, com o tempo de 55.282. Fábio Gennaro, o 3º na etapa, largou da 3ª colocação e passou boa parte da prova em 2º lugar, mas não resistiu ao ataque de Marcelo Momo a 5 voltas do final. Gustavo Aldegheri foi o 4º colocado, depois de ter ocupado a 3ª colocação durante a 1ª metade da prova e ser superado por Marcelo Momo. Stanley de Melo terminou na em 5º depois de largar em 6º e travar boa disputa no início da corrida com Fábio Possari.

Clube KART BRASIL (Foto: Camila Silvério)Clube KART BRASIL (Foto: Camila Silvério)

Tomada de Tempos

Para conquistar a pole-position Fábio Andrade (foto acima) trocou de kart no início da sessão de classificação para cravar o tempo de 54.960 logo na 3ª passagem, única volta do dia na categoria abaixo de 55s. Fábio dividiu a 1ª fila com Marcelo Momo, que marcou 55.717. Fábio Gennaro largou na 3ª posição com o tempo de 55.876 ao lado de Gustavo Aldegheri, com 55.933. Fábio Possari abriu a 3ª fila com o tempo de 56.063, largando ao lado de Stanley de Melo, que marcou em sua melhor volta 56.219. Everson Nishioka, que está na briga direta pelo título do 1º turno com Fábio Andrade, largou na 7ª colocação, parando o cronometro em 56.276 na sua última volta da tomada de tempos. Caio Henrique Teixeira, com o tempo de 56.381, ocupou o lado externo da 4ª fila ao lado de Everson.

Joseir Francisco largou na 9ª colocação, com o tempo de 56.555, marcando presença na 5ª fila ao lado de Marcelo Carvalhaes, o vencedor da etapa anterior. Carvalhaes obteve o tempo de 56.723 em sua melhor passagem. A 11ª posição no grid de largada foi ocupada por Rodolfo Coutinho, obtida com o tempo de 56.925. Marciel Pampolin alinhou ao lado de Rodolfo na 6ª fila com 57.099. Da 13ª posição partiu Eduardo Motta, com 57.108, repartindo a 7ª fila com Cristian Picoli, que marcou 57.146 em sua melhor volta. Carlos Araújo surgiu em 15º lugar, com 43.973, saindo ao lado de Danilo Zolezi na 8ª fila, com 58.137, completando o grid de largada da 7ª etapa da bateria A da categoria Estreantes da Copa KART BRASIL.

Clube KART BRASIL (Foto: Camila Silvério)Clube KART BRASIL (Foto: Camila Silvério)

Corrida

Fábio Andrade arrancou bem e manteve a ponta na largada, ao contrário de Marcelo Momo, o 2º no grid, que perdeu várias posições, passando a 1ª volta na 7ª colocação. Dessa forma, Fábio Gennaro, que fez boa largada dessa vez, conquistou a 2ª posição, adiante de Gustavo Aldegheri, Fábio Possari e de Stanley de Melo, os 5 primeiros no fechamento da 1ª volta. Everson Nishioka surgiu na 6ª colocação com Marcelo Momo já em seu encalço. Marcelo Carvalhaes já aparecia na 8ª colocação depois de ter largado em 10º lugar, à frente de Caio Henrique Teixeira e de Joseir Francisco, fechando os 10 primeiros. Completavam o pelotão, na ordem: Cristian Picoli, Eduardo Motta, Rodolfo Coutinho, Marciel Pampolim, Danilo Zolezi e Carlos Araújo.

Na 2ª volta Marcelo Momo ultrapassou Everson Nishioka passando a ocupar a 6ª colocação atrás de Fábio Andrade, Fábio Gennaro, Gustavo Aldegheri (#47 – foto abaixo), Fábio Possari (#07) e de Stanley Melo (#51), que, na ordem, se mantiveram nas 5 primeiras colocações como no fechamento da volta inaugural. Caio Henrique Teixeira já era o 8º colocado logo atrás de Everson depois de ultrapassar Marcelo Carvalhaes, que perderia a 9ª colocação na mesma volta para Joseir Francisco. Cristian Picoli vinha logo atrás de Carvalhaes, na 11ª posição, seguido de Rodolfo Coutinho, que superou Eduardo Motta também antes do fechamento do 2º giro. Marciel Pampolin aparecia na 14ª colocação adiante de Danilo Zolezi e de Carlos Araújo.

Clube KART BRASIL (Foto: Camila Silvério)Clube KART BRASIL (Foto: Camila Silvério)

A corrida foi transcorrendo com boas brigas nas colocações intermediárias. Caio Teixeira superou Everson Nishioka na 4ª volta para ocupar a 7ª posição, enquanto a briga pelo 9º lugar envolvia Joseir Francisco, Eduardo Motta, Rodolfo Coutinho e Marcelo Carvalhaes. Na 8ª volta Fábio Andrade continuava na liderança, seguido de Fábio Gennaro e de Gustavo Aldegheri. Marcelo Momo (#37 – foto abaixo) já aparecia na 4ª posição depois de superar Stanley Melo (#51) e Fábio Possari (que perdeu 2 posições). Caio Henrique Teixeira surgia na 7ª colocação adiante de Everson Nishioka, Joseir Francisco e de Eduardo Motta, fechando os 10 primeiros. Concluíam o pelotão: Rodolfo Coutinho, Marcelo Carvalhaes, MarcielPampolin, Danilo Zolezi, Carlos Araújo e Cristian Picoli.

Com a corrida passando um pouco de sua metade, já na 13ª volta, Fábio Andrade estava tranquilo na liderança com Fábio Gennaro na 2ª colocação, quando Marcelo Momo ultrapassou Gustavo Aldegheri lhe tomando o 3º lugar para partir em busca de Gennaro. Stanley de Melo continuava na 5ª posição, adiante de Fábio Possari. Caio Henrique Teixeira vinha a seguir na 7ª colocação, à frente de Everson Nishioka e de Joseir Francisco. Marcelo Carvalhaes havia ultrapassado Rodolfo Coutinho e Eduardo Motta aparecendo em 10º lugar. Rodolfo Coutinho surgia no 11º posto, depois de também ultrapassar Eduardo Motta, que caíra da 10ª para a 12ª posição. Marciel Pampolin ocupava a 13ª posição adiante de Danilo Zolezi,Carlos Araújo e de Cristian Picoli.

Clube KART BRASIL (Foto: Camila Silvério)Clube KART BRASIL (Foto: Camila Silvério)

Fábio Andrade seguia administrando a sua corrida em um ritmo constante e seguro, digno de um piloto veterano. Mantinha uma distância segura em relação à Fábio Gennaro, o 2º colocado, até a 19ª volta, quando Marcelo Momo o superou, conquistando a vice-liderança da prova. Não houve como Gennaro resistir ao ataque de Momo, que tinha um ritmo um pouco melhor de corrida e um kart muito bom de reta. Gustavo Aldegheri, o 4º colocado, seguia Fábio Gennaro, agora o 3º colocado, a pouca distância, sem, contudo, ameaçar a sua posição. Stanley Melo também vinha na toada dos dois pilotos à sua frente, na 5ª colocação, já distante de Fábio Possari, o 6º colocado. Esse era o panorama da corrida lá na frente.

Na 20ª volta Everson Nishioka (#46 – foto abaixo) permanecia na 7ª colocação um pouco adiante de Caio Henrique Teixeira (#10), que batalhava com Joseir Francisco (#29) pela 8ª colocação. Joseir conseguiu superar Caio antes do fechamento da 21ª volta, tomando-lhe a 8ª colocação já quase no final da corrida, que somaria um total de 23 voltas. Àquela altura, Marcelo Carvalhaes fechava os 10 primeiros colocados. Rodolfo Coutinho também superou Eduardo Motta na 21ª passagem para ocupar a 11ª posição. Marciel Pampolin seguia atrás de Eduardo ocupando o 13º lugar, adiante de Danilo Zolezi. Carlos Araújo, que havia rodado no início da prova, vinha a seguir. Cristian Picoli fechava o pelotão.

Clube KART BRASIL (Foto: Camila Silvério)Clube KART BRASIL (Foto: Camila Silvério)

Fábio Andrade seguiu tranquilo na liderança até receber a quadriculada com uma vantagem de 06.735 em relação a Marcelo Momo, que não teve como alcançar Andrade depois de ultrapassar Fábio Gennaro para conquistar a 2ª colocação a 5 voltas do final. Por outro lado, em 5 voltas, Momo conseguiu abrir uma vantagem de 01.791 em relação à Gennaro, o 3º colocado, 01.239 adiante de Gustavo Aldegheri que cruzou a linha de chegada na 4ª colocação. Stanley de Melo ficou a 01.312 de Gustavo Aldegheri na bandeirada na 5ª posição. Tirando o desempenho de Fábio Andrade, que livrou quase 07s do 2º colocado, houve um bom equilíbrio entre os demais que completaram os 5 primeiros colocados, com um pouco mais de 04s separando o 2º do 5º ao final da prova.

Fábio Possari passou perto de voltar ao pódio nessa etapa (ocupou o 2º degrau na 1ª etapa) terminando a corrida na 6ª colocação, adiante de Everson Nishioka, com quem travou boa disputa no final. Joseir Francisco foi o 8º colocado à frente de Caio Henrique Teixeira. Marcelo Carvalhaes fechou os 10 primeiros. Rodolfo Coutinho se manteve à frente de Eduardo Motta na 11ª colocação nas voltas finais, com Marciel Pampolin cruzando em 13º. Danilo Zolezi, o 14º colocado, terminou a corrida a 1 volta do líder; o mesmo acontecendo com Cristian Picoli e Carlos Araújo. Marcelo Carvalhaes, Stanley de Melo e Rodolfo Coutinho, no calor da disputa, foram punidos por atitude anti-desportiva pela direção de prova com o desconto de 5 pontos no campeonato cada um.

Clube KART BRASIL (Foto: Camila Silvério)Clube KART BRASIL (Foto: Camila Silvério)

Resultados

Fábio Andrade fez uma prova perfeita desde a tomada de tempos para conquistar a sua 2ª vitória na temporada e partir com tudo para a próxima etapa, a que vai determinar quem será o campeão do 1º turno da categoria Estreantes e levar para casa o troféu especial do Clube KART BRASIL. Fábio tem agora 167 pontos no campeonato (contando com o descarte obrigatório de uma etapa), 23 pontos de vantagem em relação ao 2º colocado, Everson Nishioka. Estão em disputa 34 pontos na etapa derradeira, 32 pontos pela vitória, 1 pela pole-position e 1 pela melhor volta. Fábio Gennaro, o 3º colocado no campeonato e Gustavo Aldegheri, o 4º, ainda têm chances matemáticas de se tornarem o campeão do 1º turno, mas terão que tirar uma desvantagem de 29 e 30 pontos, respectivamente, em relação à Fábio.

Marcelo Momo (#37 – foto abaixo) “suou” o macacão para recuperar, em cerca de 23 minutos de corrida, as posições perdidas na largada quando caiu do 2º para o 7º lugar. Já na 2ª volta Momo havia ultrapassado Everson Nishioka para assumir a 6ª colocação, superando Fábio Possari e Stanley Melo na 8ª volta para ser o 4º colocado, até que cravou a melhor volta da corrida na 11ª volta, com o tempo de 55.262, quando estava na caça de Gustavo Aldegheri, sua vítima na 13ª passagem para passar a ocupar a 3ª posição. Na 18ª volta Momo já tinha alcançado Fábio Gennaro, o ultrapassando para se estabelecer na 2ª colocação até o final da corrida. Momo foi o destaque da prova e obteve o seu melhor resultado no campeonato, depois de ter obtido a 5ª colocação nas 3ª e 4ª etapas.

Clube KART BRASIL (Foto: Camila Silvério)Clube KART BRASIL (Foto: Camila Silvério)

Fábio Gennaro (#31 – foto acima) conquistou a 3ª colocação passando boa parte da prova em 2º lugar, após superar na largada Marcelo Momo, que havia largado imediatamente à sua frente na 2ª posição. Gennaro manteve a 2ª colocação até a 18ª volta da corrida sendo superado então por Momo, mas sem ser ameaçado por Gustavo Aldegheri. Mantendo um ritmo forte, o resultado foi muito bom em termos de campeonato, onde está na 3ª colocação. Com o 3º lugar na etapa, Gennaro obteve o seu 5º pódio na temporada, o 3º seguido. Obteve a 2ª colocação na 1ª etapa, esteve ausente da 2ª, outro 2º lugar na 3ª e foi o 15º colocado na 4ª etapa. Com o 5º posto na 5ª etapa e o 3º na 6ª vem em uma trajetória ascendente no campeonato e ainda tem chances matemáticas, como vimos, na briga pelo título do 1º turno.

Gustavo Aldegheri (#47 – foto abaixo), o 4º no campeonato, com remotas chances de se tornar o campeão do 1º turno, como visto, terminou a prova no 4º posto. Teve uma corrida que pode ser considerada tranqüila, depois que foi ultrapassado por Momo na 13ª volta e seguiu na mesma toada de Fábio Gennaro, que chegou à sua frente, e de Stanley de Melo (#51), o 5º colocado, que, curiosamente, esteve na 5ª colocação pela cronometragem oficial em todas as voltas, mesmo trocando de posições com Fábio Possari e Marcelo Momo. Possari foi o 6º colocado e esteve na briga pela 4ª colocação, mas foi ultrapassado por Fábio Gennaro e Stanley Melo na 8ª volta, caindo para o 6º lugar. Esteve na alça de mira de Everson Nishioka no final, mas soube manter o ritmo para não ser superado pelo adversário.

Clube KART BRASIL (Foto: Camila Silvério)Clube KART BRASIL (Foto: Camila Silvério)

Everson Nishioka, o 2º no campeonato, obteve a 7ª colocação em uma prova em que com o resultado manteve acesa a chama da esperança de conquistar o título de campeão do 1º turno, embora essa seja uma tarefa árdua, pois tem que descontar 23 pontos que tem de desvantagem do líder Fábio Andrade, em 34 possíveis. Everson largou na 7ª posição e ocupou a 6ª no começo da prova até ser ultrapassado por Marcelo Momo. Teve uma boa disputa com Caio Teixeira, trocando de posições com o adversário numa disputa que durou boa parte da prova. No final seguiu de perto Fábio Possari. Joseir Francisco terminou a 7ª etapa na 8ª posição, e participou de uma boa briga no final da prova por essa posição com Caio Henrique Teixeira, cruzando a linha de chegada com ínfimos 00.00.077 de diferença.

Caio Henrique Teixeira foi o 9º colocado depois de largar na 8ª posição e ocupar a 7ª no início da prova, batalhando pela colocação com Everson Nishioka até a 13ª volta e ocupando a 8ª colocação até a 21ª, quando foi ultrapassado por Joseir Francisco. Marcelo Carvalhaes foi o 10º colocado largando em 10º e pulando para 8º ainda na 1ª volta, mas já foi ultrapassado por Joseir Francisco e Caio Henrique Teixeira na volta seguinte. Na 3ª volta foi superado por Eduardo Motta e por Rodolfo Coutinho, caindo para a 12ª colocação. Ultrapassou Rodolfo Coutinho na 9ª volta e Eduardo Motta na 11ª retornando ao 10º lugar, que foi seu até o final.

Clube KART BRASIL (Foto: Camila Silvério)Clube KART BRASIL (Foto: Camila Silvério)
Texto: Marcio Gessoni
Foto: Camila Silvério

 



Compartilhe esta notícia nas Redes Sociais: