[Vídeo] Depois de acidente impressionante, Pedro Piquet sai sem ferimentos

Fórmula |
23 de maio de 2016

Brasileiro se envolveu em colisão com outros dois pilotos a sete minutos do fim da primeira prova da rodada tripla no Red Bull Ring

 

Um acidente assustador envolvendo o brasileiro Pedro Piquet marcou a primeira prova da rodada tripla da FIA F3 Euro no Red Bull Ring, em Spielberg (Áustria). A sete minutos do fim da prova, quando o piloto da Van Amersfoort brigava com o chinês Zhi Cong Li fora do Top 10, o Dallara do americano Ryan Tveter ficou parado no meio da pista depois de uma rodada e foi atingido em cheio pelo chinês Zhi Cong Li, cujo carro decolou alguns metros, e por Piquet, que foi parar na proteção de pneus mas sem violência.

Pedro bateu com força no carro de Tveter, mas só com as rodas, e o carro perdeu velocidade na caixa de brita até bater sem violência nos pneus. O piloto Petrobras saiu ileso, enquanto o americano foi ao hospital, mas acabou liberado, e Li, cujo carro voou alguns metros, teve fraturas em quatro vértebras e no calcanhar.

“Não deu nem tempo de desviar e os fiscais fazerem a sinalização. O Tveter rodou e logo depois o Li bateu nele. E mesmo se a gente tivesse visto, o carro dele estava no meio da pista e não sei se ia dar para parar o carro”, explicou Pedro.

A corrida foi interrompida com a bandeira vermelha e os três pilotos foram levados para o centro médico. Nenhum dos envolvidos teve ferimentos graves e o bicampeão da Fórmula 3 Brasil foi o único que não sofreu nada, sendo liberado logo em seguida.

 

 

Depois de largar em nono, o piloto Petrobras não conseguiu se manter na zona de pontuação entre os dez primeiros e vinha colado em Li quando ambos não conseguiram ver o carro parado de Zveter por causa da nuvem de poeira e não houve como evitar o choque.

Com o carro de volta aos boxes, os mecânicos da Van Amersfoort trabalharam intensamente e em menos de três horas o carro estava reconstruído. Não foi possível alinhar no grid e Pedro largou dos boxes. Com o carro ainda sem estar 100%, Pedro teve de ir aos boxes e perdeu cinco voltas. No fim, ele terminou em 18º:

“A primeira corrida estava rolando bem, uma pena a punição por causa da queima de largada. O campeonato é muito bom e disputado, demora mesmo para a gente aprender, tem muitas pessoas novas no time também”, disse o piloto, que fez questão de agradecer aos mecânicos da Van Amersfoort Racing o empenho em recuperar o carro #5 entre as duas corridas.

Confira o vídeo do acidente:



Compartilhe esta notícia nas Redes Sociais: