Trio de líderes separados por só dois pontos são atração da Porsche GT3 Challenge em Goiânia

Fórmula |
30 de julho de 2015

Elias Azevedo, Fábio Alves e JP Mauro começam a fazer as contas pelo campeonato, bem como Tom Filho e Rodrigo Mello na classe Sport

Os ingredientes para a estreia da Porsche GT3 Challenge em Goiânia não poderiam prometer mais emoção, com os três pilotos mais bem colocados na tabela separados por apenas dois pontos após oito corridas. Elias Azevedo (111 pontos), o atual campeão Fábio Alves (110) e JP Mauro (109) despontam como favoritos na temporada e já começam a pensar na matemática para a conquista.

“Se já considerarmos os descartes, estou na frente por quatro pontos”, observa JP Mauro. Após cinco etapas na categoria (as quatro deste ano e a última de 2014, em Interlagos), o jovem competidor do carro #27 se diz plenamente adaptado ao Porsche 911 GT3 Cup geração “997” com o qual faz sua temporada de estreia. “Na última etapa tive a infelicidade do toque com o Elias, que na minha visão poderia ter sido evitado, mas estou muito tranquilo para correr pela primeira vez em Goiânia. Posso aproveitar que estou 10 kg mais leve e somar o maior número possível de pontos”, afirmou o piloto, que terá 40 kg de lastro de êxito nesta etapa.

Elias Azevedo (Beto Issa)

Elias Azevedo (Beto Issa)

Já o competidor do carro #21 tem como trunfo o fato de ter vencido a primeira corrida da Porsche GT3 Challenge em Cascavel, última pista estreante no calendário da categoria. “É uma pista nova e requer conhecimento. Nessas condições procuro estudar a pista curva a curva, avaliando bem os pontos de freada e retomada. Funcionou em Cascavel e espero repetir em Goiânia”, contou.

Ao comentar a situação no campeonato, o atual líder mencionou que com os dois descartes previstos no regulamento não estaria na ponta da tabela e ressaltou a importância de pontuar sempre. “Cada piloto tem sua característica e é meu estilo correr ‘com a calculadora no bolso do macacão’. Sempre penso nos pontos. Mesmo que não seja possível ganhar, é fundamental evitar confusões e tentar terminar sempre no pódio.”

Depois de reagir na etapa passada com uma vitória e um segundo lugar no Velo Città e assumir a vice-liderança, o atual campeão Fábio Alves minimiza o fato de ser um dos poucos pilotos do grid da Porsche GT3 Challenge a ter competido no Autódromo Internacional Ayrton Senna. Ele correu em Goiânia de Fórmula Ford e regionais de marcas nos anos 90. “Em Cascavel eu já havia andado antes também e não me ajudou em nada. Faz muito tempo e acho que não terei vantagem. O traçado de Goiânia me agrada, com uma das maiores retas do Brasil. Acredito que todos os pilotos vão gostar muito da pista”, observou o competidor do carro #63.

O atual campeão, Fábio Alves (Beto Issa)

O atual campeão, Fábio Alves (Beto Issa)

Outro que já acelerou na capital goiana é Fernando Fortes, que faz sua estreia na temporada 2015 com o carro de Ronaldo Kastropil. “Já estava com vontade de competir novamente na Porsche GT3 Challenge, e a oportunidade surgiu quando meu amigo Kastropil disse que não poderia correr esta etapa. A pista de Goiânia é fantástica. Conheço o circuito e adoro”, afirmou o piloto. Ele vai assumir o #32, com o qual costuma competir, mas mantém o layout tradicionalmente usado por Kastropil.

Fortes fez apenas uma participação na Porsche GT3 Challenge, no encerramento da temporada passada em Interlagos. Na ocasião, venceu a primeira prova da rodada dupla. “Ganhar de novo é muita pretensão. Quero desfrutar do Porsche e do evento. Interlagos é a pista onde mais andei na vida, teve chuva e havia a briga pelo título, então foram fatores que contribuíram para aquela vitória. Meu maior objetivo em Goiânia vai ser ‘vestir’ bem o carro outra vez e já começar a pensar em 2016.”

Fernando Fortes (Luca Bassani )

Fernando Fortes (Luca Bassani )

O carro #32 não é o único estreante em 2015. Renato Benedetto volta ao Porsche #82 em Goiânia, etapa que marca também a aparição de Rodolfo Toni com o #53 após duas corridas de ausência. Desta forma, com 15 carros já confirmados no grid, e estreia da Porsche GT3 Challenge no 12º circuito de sua história terá o maior número de participantes na temporada.

Outra novidade da etapa é a antecipação dos qualificatórios para a jornada de sexta-feira, em atenção ao pedido dos pilotos.

“Prefiro classificar na sexta. Acho a mudança ótima”, afirmou Tom Filho, quinto colocado na classificação geral e líder na Challenge Sport, a classe de entrada. O piloto do Porsche #19 lembra que a tomada de tempo representa um pico de adrenalina para os competidores e diz se sentir mais confortável com essa situação encerrando o segundo dia de treinos que abrindo o sábado de corridas.

Tom Filho (Beto Issa)

Tom Filho (Beto Issa)

A exemplo do trio que lidera a classificação geral, o campeão de 2013 na então classe Light também já faz contas. E os cenários matemáticos na Challenge Sport estão mais precisos, uma vez que a classe está a três etapas de definir seu campeão. “São 30 pontos na mesa e, com os descartes, tenho apenas quatro de vantagem sobre o Rodrigo Mello. Ele vem crescendo no campeonato, sempre mostra boa adaptação a pistas novas e o aponto como favorito para o título da Challenge Sport, mesmo comigo na liderança agora. Mas não vou vender barato.”

São respostas que começarão a ser dadas na pista a partir de amanhã. A primeira jornada da Porsche GT3 Cup Challenge na capital goiana será um evento conjunto com o prólogo e largada promocional do Rally dos Sertões.

O livetiming da categoria acompanha a programação a partir dos treinos livres de sexta. O portal Terra exibe a jornada de sábado ao vivo. Band exibe VT no domingo (02/08) às 12h30. Já o Sportv mostra as corridas no domingo seguinte (08/08).

 

Cristiano Piquet (Beto Issa)

Cristiano Piquet (Beto Issa)

Rodrigo Mello (Beto Issa)

Rodrigo Mello (Beto Issa)

JP Mauro (Beto Issa)

JP Mauro (Beto Issa)

Texto: Luis Ferrari
Foto: Beto Issa/Luca Bassani



Compartilhe esta notícia nas Redes Sociais: