Sofrendo com abandonos, Guilherme Samaia correrá próximas 3 provas em uma de suas pistas favoritas

Fórmula |
8 de junho de 2016

Por conta de nevoeiro no Rio Grande do Sul, a 2ª prova foi cancelada. Autódromo de Cascavel receberá três provas  (Foto: Fábio Davini/Shooters)

A temporada 2016 definitivamente não começou bem para o piloto paulista Guilherme Samaia. Sensação no ano passado pela Light quando conquistou o título, este ano tem sido problemático para o piloto da Cesário.

Na estréia, Samaia chegou a pista gaúcha do Velopark comprometido em manter o desempenho do ano anterior, mas saiu com um sabor um pouco amargo pela estréia. Quando todos pensavam que o 2º lugar na primeira corrida, depois de ter largo em 4º era só o começo de uma nova campanha incrível de Guilherme, o piloto se envolveu em um acidente na segunda prova e teve que abandonar.

Na 2ª etapa da F3 Brasil que ocorreu no último fim de semana em Santa Cruz do Sul um novo abandono. Dessa vez, por conta de um problema mecânico. Na 13ª volta o acelerador travou. A segunda bateria do dia precisou ser adiada por conta de um forte nevoeiro que pairava no autódromo. Assim, a próxima etapa que acontecerá em 16 e 17 de julho no Paraná, terá 3 corridas.

Para espantar essa nuvem cinzenta que ronda a temporada do piloto do carro #77, Guilherme Samaia conta com o foco no trabalho e o bom histórico que tem na pista da próxima rodada: Cascavel, uma de suas preferidas!

Confira 5 perguntas para Guilherme Samaia:

1) Na primeira etapa você terminou a primeira prova em 2º. Nesta você largou em penúltimo e estava em 2º quando teve que abandonar, mas tinha tudo para também superar o líder e vencer. Apesar do resultado não ter sido o esperado, sentiu que essa etapa foi melhor do que a passada na questão de desempenho?       

Guilherme Samaia: Com certeza, sem a menor dúvida. Na primeira etapa, consegui um resultado bom logo de cara, mas foi bem no meu limite. Desde então, evolui muito e demonstrei ter realmente um desempenho bastante forte dentro da categoria.

2) Você viu o cancelamento da 2ª prova como um ponto positivo ou negativo para o seu campeonato? Depois do que aconteceu na 1ª corrida com você, foi melhor ter mais tempo para arrumar o carro ou ficará muito pesado correr 3 provas na próxima etapa?

Guilherme Samaia: A princípio, vi como um ponto negativo para meu campeonato, já que meu desempenho em Santa Cruz do Sul estava bem forte. Porém, devido ao imprevisto que aconteceu com meu carro, foi melhor ter passado a corrida para Cascavel, pois talvez não daria tempo de correr a segunda prova devido ao curto intervalo entre as corridas. Por outro lado, acho que a rodada tripla de Cascavel será um desafio enorme para todos nós, uma vez que é uma pista que exige muito do piloto fisicamente e também mentalmente por conta das características dela, pois se perder o foco por um instante é fácil cometer erros.

 

 

 

3) Por conta deste remanejamento, o autódromo de Cascavel ganhou um peso maior no campeonato. Na etapa do ano passado, correndo em Cascavel, você não pontuou na primeira prova, mas venceu a segunda corrida pela Light somando 15 pontos. Acha que essa pode ser a sua etapa e te por de volta entre os primeiros da competição?

Guilherme Samaia: Acho que pode acontecer, sim. Tenho uma expectativa muito boa, estou me preparando bem, mas corrida é corrida. Tudo pode acontecer! A única certeza que tenho é de fazer meu melhor e rezar para que nada dê errado. Sendo assim, com certeza sairemos felizes de lá.

 

4) Particularmente você gosta de correr nesta pista? O que acha das características do traçado?

Guilherme Samaia: Eu adoro a pista! É uma das minhas favoritas. Ela leva os pilotos e os carros ao limite extremo da coragem. É uma das pistas mais radicais e difíceis do calendário.

5) Matheus Iorio por enquanto é o líder com 30 pontos. Mantendo seus 12 pontos, o que fazer agora para diminuir essa diferença e passar o líder?

Guilherme Samaia: Simplesmente focar no meu trabalho e fazer o meu melhor. Acredito que consigo virar o ‘jogo’ se a sorte colaborar e me livrar de quebras e/ou acidentes, pois de três corridas pontuei apenas em uma. Espero começar o meu campeonato rápido.

 



Compartilhe esta notícia nas Redes Sociais: