Rafael Câmara conquistou o Capacete de Ouro na categoria Revelação

Kart |
14 de novembro de 2015

Em premiação realizada em São Paulo, piloto do Recife foi o mais votado num júri formado pelos principais jornalistas do automobilismo brasileiro

O Espaço do Bosque, em São Paulo, recebeu nesta quarta-feira, dia 11 de novembro, a noite de gala do automobilismo brasileiro. Pelo 19º ano consecutivo a Revista Racing promoveu a premiação do Capacete de Ouro e reuniu os principais competidores das mais diversas modalidades do esporte-motor no Brasil.

A primeira categoria a ser premiada foi a Revelação. Pelos critérios adotados pela revista esta classe engloba os pilotos das categorias Mirim, Cadete, Júnior Menor, Novatos, Rotax Mini Max e Rotax Micro Max. Mais de 300 pilotos foram pontuados apenas nesta classe e quem levou o maior prêmio da noite, o Capacete de Ouro, foi o recifense Rafael Câmara (Mini | Gmax Corp | TR3).

Atualmente com 10 anos Rafael compete pelas categorias Cadete e Rotax Mini Max. Pelo critério estabelecido para a premiação do Capacete de Ouro os pilotos são pontuados nas competições que participam durante o ano e, ao final, os três melhores classificados seguem para um júri de jornalistas. Estes profissionais da imprensa que efetivamente votam e definem quem são os vencedores respectivos dos capacetes de ouro, prata e bronze.

Câmara, no ano passado, foi o quinto melhor pontuado na classificação e não conseguiu ter seu nome na cédula de votação dos jornalistas. Em 2015, porém, a história foi diferente. Com a máxima pontuação possível e 13 vitórias computadas o piloto se classificou como o primeiro colocado na fase de pontuação e, efetivamente, seguiu para a segunda fase com o seu nome encabeçando a lista de votação.

Numa bela festa, que contou com a presença de históricos nomes do automobilismo como Emerson Fittipaldi, Nelson Piquet, Hélio Castro Neves, Roberto Pupo Moreno, Bird Clemente, dentre tantos outros Rafael Câmara foi o primeiro a receber o Capacete de Ouro e comemorou muito com sua família e amigos presentes.
“Estou muito feliz por ter recebido este prêmio. Quero agradecer a Racing, aos jornalistas que votaram em mim, ao meus pais, meus avós e as duas equipes que trabalhei nesse ano, a Sabiá Racing e a TR3”, comentou o garoto de apenas 10 anos.

Texto: Flávio Quick e Fabiola Cadar
Fotos: Cris Reis



Compartilhe esta notícia nas Redes Sociais: