Pole, volta mais rápida e duas vitórias marcam final de semana perfeito de Henrique Magioni na Taça Minas Gerias

Kart |
15 de setembro de 2016

(Foto: Flavio Quick)

No último sábado aconteceu a 1ª etapa da Taça Minas Gerais de Kart 2016, no Kartódromo RBC Racing, Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Competindo na categoria Cadete, o piloto mineiro de 10 anos, Henrique Magioni (Center Kart | Instituto Nascer | Happy News | GC Cardio e Fitness) viveu um final de semana perfeito.

Após alcançar a sexta colocação geral no Campeonato Brasileiro de Kart no mês de agosto, Magioni voltou para casa ainda mais determinado e confiante. Depois de algumas semanas de treinos fortes sob os cuidados do experiente treinador David “Simpatia” Oliveira, da Equipe Center Kart, Henrique chegou para disputar a Taça Minas Gerais como um dos favoritos ao título.

O final de semana perfeito começou logo na tomada de tempos. Com um kart muito bem ajustado pela Equipe Center Kart, Magioni foi perfeito e cravou a volta mais rápida garantindo o primeiro lugar no grid para a primeira bateria.

Largando na posição mais nobre do grid, Henrique largou bem e se manteve na primeira colocação de forma segura. Aproveitando a disputa entre o segundo e o terceiro colocado manteve-se à frente com um ritmo forte volta após volta, e recebeu a bandeira quadriculada isolado na liderança.

A segunda bateria começou com uma disputa intensa nas três primeiras curvas. Com muita determinação e uma ultrapassagem segura no “mergulho”, Magioni conseguiu segurar a primeira posição. Na metade da prova começou a sofrer uma forte pressão do atual Campeão Sul-americano. Foram nada mais nada menos do que três mudanças de posições entre os dois. Henrique conseguiu se manter na liderança e cruzar a linha de chegada com os dois braços erguidos para comemorar a segunda vitória no mesmo dia.

“Foi um final de semana inesquecível! Um prêmio para todo empenho e dedicação do Henrique no seu primeiro ano no kartismo. Fazer barba (pole position), cabelo (volta mais rápida de corrida) e bigode (vitória) a gente nunca esquece!” comentou emocionado o médico Hemmerson Magioni, pai do piloto.

 

 



Compartilhe esta notícia nas Redes Sociais:
[supsystic-social-sharing id="1"]