Old Stock: Corrida que resgata a emoção das provas nos anos 70 com grandes pilotos da época no volante

Turismo |
21 de julho de 2015

Conheça a história de um grande nome que fez história na Stock Car e estará presente na prova

Toda a tecnologia embutida nos automóveis de hoje dá lugar ao estilo retrô. A emoção é o principal combustível que leva os apaixonados pela memória do automobilismo brasileiro às arquibancadas. A responsabilidade de manter a tradição no esporte fica por conta de pilotos muito bem acostumados com o volante, onde importantes nomes já estão confirmados e irão protagonizar grandes pegas nas pistas.

Essa é a Old Stock Race, categoria criada para resgatar o mais autêntico espírito das corridas de automóveis e trazer para a atualidade o cenário que marcou uma época heroica. Heróis sim! Eram pilotos que entravam em verdadeiros Stock Cars: carros produzidos em série eram usados, sofrendo adaptações para ficarem mais potentes e velozes, mas sem que a segurança seguisse o mesmo nível. Além disso os grids eram muito maiores que o atual. Eram promovidas tomadas de tempo para os diversos pilotos dispurem, em média, 56 vagas na corrida.

E se estamos falando da história da Stock Car, não poderíamos deixar de nos referir a primeira mulher a pilotar na categoria de elite do automobilismo. Sem medo, nem das provas e muito menos do preconceito foi Regina Calderoni ingressou no mundo da velocidade desde cedo influenciada pelo pai. De Sertãozinho, interior de São Paulo, Calderoni veio a capital para trabalhar e estudar. Viu no jornal que a equipe de Fausto Resende precisava de um cronometrista e então se inscreveu. Foi escolhida e a partir daí soube que sua vida mudaria pra sempre.

Fez cursos de mecânica e piloto, este com Expedito Marazzi. Começou a montar seu primeiro Stock Car em 1984, mas a principal barreira não foi construir um carro competitivo.

Na primeira corrida da paulista, ela precisou de um mandado de segurança para a aceitarem nas pistas. Os pilotos não aceitavam competir com uma mulher. Aos poucos, Calderoni foi ganhando espaço e quebrando barreiras. “Rompi muitas barreiras, nada foi fácil, mas continuo superando e todas as que vierem pela frente”, relembra a piloto.

Jornal relata episódio em que Regina teve que buscar um mandado de segurança para correr

Jornal relata episódio em que Regina teve que buscar um mandado de segurança para correr

Depois da Stock Car, ela ainda correu o Brasileiro de Marcas, andou de kart, e participou de rallys. A pioneira mantém até hoje a paixão pelos carros e para continuar perto deles, Calderoni voltará as pistas em grande estilo. Com um Opala reformado, a expectativa para o Old Stock é alta. “Foi um convite do Paulo Gomes, Greco e Solariz, que quando idealizaram a categoria, pensaram em trazer os pilotos que escreveram os seus nomes na história”, disse.

A primeira corrida tem previsão de acontecer nos dias 19 e 20 de dezembro em Interlagos. “Vai ser um show”, garante Regina Calderoni.

Errata: nem todos os pilotos citados na publicação de 21/07/2015 confirmaram presença para a Old Stock Race. Seus nomes foram citados apenas como referência de pilotos já que correram na antiga Stock Car. Atualização feita em 24/07/2015.

Regina Calderoni em tempos de Stock Car

Regina Calderoni em tempos de Stock Car

 

Texto: Juliana Bechelli – ClickSpeed
Fotos: Arquivo Regina Calderoni



Compartilhe esta notícia nas Redes Sociais: