Helena Deyama enfrenta momentos difíceis e decide abortar mais uma etapa do Brasileiro

Rally |
2 de julho de 2015

Piloto não participará da prova mais aguardada do ano e em uma das etapas mais desafiadoras da história da competição, o Rally Baja Jalapão 500

Helena Deyama que esteve totalmente focada em sua preparação para a temporada 2015 de rali, passa por um período familiar delicado. Mesmo tendo confirmado sua inscrição para a prova resolveu não participar do Rally Baja Jalapão 500, que acontecerá no dia 04 de julho no Estado do Tocantins, com aproximadamente 600 quilômetros por percurso que passará pelo Parque Nacional do Jalapão.

A piloto compete este ano com o UTV Polaris RZR XP 1000, no Campeonato Brasileiro de Rally Baja, pela equipe Luart Rally/Brasil Off Road. Helena ocupava a segunda colocação na classificação da Production (categoria mais disputada da modalidade) antes de ter de faltar nas duas etapas válidas do Rally Cuesta Off Road, realizadas nos dias 13 e 14 de junho. E agora, fora do Rally Jalapão o campeonato ficará prejudicado.

“Existem momentos na vida em que temos de definir prioridades, e hoje a saúde e bem estar dos meus pais é o mais importante. Após sofrer uma séria e inesperada cirurgia, meu pai está passando por uma difícil recuperação na UTI há quase um mês e minha mãe que era cuidada por ele, também agora necessita da minha dedicação. Por isso não foi possível participar do Cuesta em Botucatu e também tive de tomar a dura decisão de abortar a minha participação no Baja Jalapão, prova que eu estava esperando com tanta ansiedade. Meus pais se dedicaram a mim desde o dia em que nasci, e eu nunca deixarei de retribuir todo o amor eles”, diz Helena Deyama.

Helena adora o roteiro e a região por onde o rali está preparado, foram muitas passagens em várias edições do Rally dos Sertões que lhe rendeu o título de “Rainha do Jalapão”, pela destreza e habilidades no comando dos veículos de competição naquele percurso de piso adverso, naquelas oportunidades na categoria carros.

Já em julho de 2014 esteve em um treino/expedição organizada por Henrique Arena, diretor e idealizador do Rally Baja Jalapão 500 com o carro UTV Polaris RZR 800 com o qual conquistou o título de Campeã Brasileira do Rally Baja no ano passado na categoria Marathon 850cc. Por isso, Deyama lamenta ficar fora desse grande desafio no Jalapão, considerada uma das etapas mais difíceis da maior competição off-road da América Latina.

Na ocasião, a piloto destacou-se mais uma vez: foi considerada a vencedora por ter sido a única a completar todas as especiais sem problemas. A expedição/treino durou três dias e foi realizada em um grupo composto por duas motos, dois quadriciclos, quarto UTVs RZR 1000, além do carro da japonesa voadora. Foram percorridos uma média diária entre 250 a 300 quilômetros.

“Esta é uma prova que tem de ser bem organizado e necessita ser feito em grupo. O Henrique Arena (organizador de ralis e competidor) tem o conhecimento necessário, conhece bem a região e levanta a planilha como ninguém, tenho certeza que será uma prova sensacional como todas que realiza”, comenta a piloto que compete este ano com o UTV Polaris RZR XP 1000, na categoria Production, no Campeonato Brasileiro de Rally Baja, pela equipe Luart Rally/Brasil Off Road.

Helena conta o que os competidores encontrarão no roteiro com diversidade de solo e as belezas naturais do trajeto. “Aparecem formações de grandes cordilheiras de montanhas, formações rochosas, muitos rios e cachoeiras, aquele visual das trilha de areia cortando o Jalapão em um sobe e desce a perder de vista, além das dunas e o fervedouro”, ressalta a piloto pioneira entre as mulheres no rali cross country brasileiro.

Texto: Silvana Grezzana Santos
Foto: Divulgação



Compartilhe esta notícia nas Redes Sociais: