Felipe Baptista vence duas baterias na Copa SP Light e garante vaga no SKUSA

Kart |
10 de junho de 2017

Piloto da Academia Shell se classifica para competição nos EUA. Diego Ramos tem fim de semana difícil, mas segue com chances de título

 

Nem mesmo o fato de ter sido atingido por outro piloto no início da primeira bateria atrapalhou os planos de Felipe Baptista na 5a etapa da Copa São Paulo Light de kart no kartódromo da Aldeia da Serra, em Barueri (SP), neste sábado (10). Afinal, o principal objetivo era a classificação para o SKUSA (maior competição de kart da América do Norte) após as três corridas do dia. E a meta foi atingida.

O piloto da Academia Shell Racing brilhou neste fim de semana. Após sair na terceira colocação na primeira prova, ele foi atingido por um dos adversários durante a disputa e teve de fazer uma corrida de recuperação para terminar na nona colocação. Motivo para desanimar? Muito pelo contrário. Nas duas disputas seguintes, o competidor do kart #121 mostrou a razão de ser uma das principais revelações da categoria Júnior ao conquistar duas vitórias.

“Consegui a vaga! Fiquei muito feliz. A última corrida foi bem difícil. Agora, vamos com tudo para os Estados Unidos”, festejou Felipe.

Outro piloto da Academia Shell, Diego Ramos lutou até o fim para obter a vaga no SKUSA. Por pouco não atingiu o objetivo. Faltou mesmo sorte Na primeira corrida do dia, ficou com a quarta colocação. Em seguida, foi tirado do terceiro lugar na segunda prova e acabou desclassificado após a organização puni-lo por conta da queda da gravata de seu kart. Já na última disputa, depois de largar em último, atingiu o oitavo posto, mesmo com problemas no radiador. Nada que desanime para o restante da temporada.

“Demos azar nas três baterias. Mas não podemos desanimar. É trabalhar para tentar ganhar o campeonato e ainda tem o Brasileiro”, avaliou o piloto de número #13.

 

O que eles disseram:

“Consegui a vaga! Fiquei muito feliz. A última corrida foi bem difícil. Agora, vamos com tudo para os Estados Unidos. É sensacional. Vamos trabalhar a partir da agora. O pneu é o mesmo que usamos no Brasil, então, isso não fará diferença. Mas a pista é totalmente diferente. Iremos com tudo para lá”

Felipe Baptista

“É um fim de semana para esquecer. Demos azar nas três baterias. Na segunda, faltando três voltas deram a placa para eu entrar nos boxes, mas a gravata caiu do meu kart faltando apenas duas para o fim. Por conta do regulamento, segui na pista. Não era para eu tomar nada, mas fui desclassificado. Mas não podemos desanimar. É trabalhar bastante, treinar e evoluir. É trabalhar para tentar ganhar o campeonato e ainda tem o Brasileiro”

Diego Ramos

 

Assessoria de Imprensa Shell

Fotos: Emerson Santos/One Photography Media



Compartilhe esta notícia nas Redes Sociais: