F4 Sul-americana: Juan Vieira chega perto da vitória e destaca aprendizado no Uruguai

Fórmula |
28 de abril de 2016

Piloto estreia com bom desempenho e lidera parte da segunda corrida em El Pinar

O piloto Juan Vieira classificou como “muito boa” sua estreia na F4 Sul-americana, que realizou no fim de semana passado a segunda etapa da temporada 2016 no circuito de El Pinar, no Uruguai. O paulista de 17 anos conquistou um sexto e um quinto lugares, respectivamente, nas duas provas de domingo e esteve perto de ganhar a corrida vespertina, quando assumiu a liderança nas últimas voltas. No entanto, um pequeno erro nos momentos finais o fez perder a ponta e cair para o meio do pelotão. O piloto não desanima, destaca o aprendizado e sai satisfeito com seus resultados.

“Foi uma experiência incrível poder pilotar um fórmula pela primeira vez, já que só tinha andado de kart. Fui com o objetivo de aprender o máximo possível e evitar qualquer problema com o carro. Desta forma, guiei de forma cautelosa no primeiro treino. O problema foi quando cancelaram a segunda sessão por conta das condições ruins da pista. Aí tive que ir direto para a classificação, sem ter andado com pista seca”, diz Vieira. “No treino classificatório, consegui me adaptar muito bem às condições da pista e acho que só não consegui melhorar meus tempos por causa das bandeiras amarelas”, continua.

O piloto afirma que pegou rápido a mão do carro e manteve um bom ritmo nas duas corridas. “Tive que evitar um toque na primeira largada e caí para último, mas consegui andar rápido e fui recuperando aos poucos. Na segunda prova, larguei da pole, caí para terceiro, mas consegui virar tempos próximos dos dois primeiros. Consegui inclusive assumir a ponta, mas na hora de reduzir uma marcha ela não entrou por conta do balanceamento dos freios e perdi as posições. Mesmo assim, foi muito legar ser competitivo e espero melhorar ainda mais nas próximas etapas”, afirma.

Com grande experiência no kart, principalmente nas categorias Júnior Menor, Júnior e Graduados, Vieira dá seu primeiro passo no automobilismo via Speedteam, programa de desenvolvimento de jovens pilotos do Brasil. “Eu já conhecia a Fórmula 4 e tive um contato maior por conta do Walter Savaglia. Achei a categoria excelente. Os carros são ótimos e temos todo o suporte da equipe técnica da categoria. Além disso, o sistema de aquisição de dados ajuda muito no sentido de entender o funcionamento do carro”, explica o piloto.

Vieira é mais um brasileiro no grid da categoria continental, que teve dois campeões do país nas duas primeiras temporadas – o paulista Bruno Baptista e o brasiliense Pedro Cardoso. Em 2016, a catarinense Bruna Tomaselli, que disputou parte da temporada do ano passado, é a outra representante brasileira. Para o futuro, Vieira pretende seguir carreira nas categorias dos Estados Unidos. “Estamos em busca de patrocínios, mas meu objetivo final é chegar na Fórmula Indy”, encerra.

 

 



Compartilhe esta notícia nas Redes Sociais: