Enrico Martins consagra-se vice-campeão Brasileiro em uma corrida decidida nos detalhes

Kart |
21 de julho de 2015

Depois de superar percalços, Enrico Martins faz grande corrida de recuperação e fica com o vice campeonato na competição nacional

Os treinos oficiais já anunciavam uma disputa acirrada pelo título da categoria mirim entre Vinícius Tessaro e Enrico Martins. Antes da tomada de tempo, quatro treinos foram realizados. Muito equilíbrio entre os dois pilotos: Martins fez o melhor tempo no primeiro e terceiro treino ficando em segundo nos demais, enquanto Tessaro foi o mais rápido no segundo e quarto, mas com um quarto lugar no primeiro treino.

Com tanta igualdade nos resultados dos jovens pilotos, três fatores foram determinantes para decidir o campeão da categoria: Estado da pista, motor e experiência.

Desde as primeiras voltas era notável a afinidade de Enrico com a pista molhada ou seca. Já em um asfalto intermediário, úmido, Vinícius apresentava melhores resultados que os demais. Ficava a expectativa de saber qual seria o estado da pista na classificação e na corrida.

Na primeira bateria classificatória, a pista úmida favoreceu Tessaro, que garantiu o primeiro lugar, com Martins em quarto, em uma prova conturbada, os pilotos deram apenas 3 voltas devido a uma interrupção com bandeira vermelha.

Enrico Martins mostrou afinidade com pista seca e molhada

Enrico Martins mostrou afinidade com pista seca e molhada

Na segunda bateria classificatória e pré-final a sorte de Martins não mudou. Agora, o motor foi a pedra no sapato do piloto. Já no warm-up o motor RBC já dava indícios de desequilíbrio. Ele foi trocado e isso custou 2 posições para a bateria classificatória. Porém o novo também estava aquém do esperado, mas com habilidade e talento Enrico conseguiu se manter entre os primeiros.

Para a pré-final, a equipe teve que tomar uma decisão difícil: trocar o motor e perder 5 posições ou mantê-lo? Diante do dilema a decisão ficou com Enrico, que foi seguro: “Troca!”. Saindo então em 8°, Enrico foi paciente e esperou a primeira curva para não entrar em confusão do pelotão. O kart #10 arrancou e partiu para cima dos rivais. Mas até chegar a ele, Enrico precisava ultrapassar 7 pilotos. A partir daí, Martins mostrou talento e passando um por um, finalmente alcançou Vinícius, conseguindo a ultrapassagem na penúltima volta.  Ao fim da prova, só o carro de João Pinheiro ficou a sua frente.

Domingo, dia da final, a sorte virou! Warm-up na pista molhada e um bom motor foram fatores favoráveis a Martins. Não deu outra: Enrico em primeiro com 6 décimos no 2° e mais de 1 segundo do terceiro para trás.

Contudo, a pista secou. Com uma largada ruim, o líder prendeu a corrida, não acelerando quando deveria, o que dificultou a ultrapassagem. Enrico fez a primeira curva em 6° enquanto, Vinícius assumia a ponta. Em ótima corrida de recuperação, Martins foi ganhando posições, mostrando que pista seca também é sua especialidade. Diminuindo seu tempo a volta, Enrico fez conseguiu a volta mais rápida de toda a corrida: 1m17s243, andando à média de 70s702 Km/h.

Agora a busca era pelo líder, a penúltima volta chegou, e Enrico tentou, tentou, tentou e a insistência foi recompensada. Passou Vinícius.  Então aí o terceiro fator decisivo para o resultado da prova apareceu: a experiência. Vinícius, a mais tempo no kart, não desistiu, entrou no vácuo e com um pouco mais de final no motor arrumou os pontinhos que estava mais lento e chegou na última volta lado a lado com o Enrico. Nesse momento era impossível dizer quem ganharia até a última curva. Enrico colocou por dentro na última curva, mas Vinícius foi experiente e apertou ele contra a grama, obrigando-o a tirar o pé e definindo a prova chegando em primeiro.

Imprevistos, emoção até a última volta, a corrida da categoria mirim foi linda e limpa na opinião de Cleber Martins. “O Enrico começou a treinar faz pouco mais de um ano e a competir este ano, fez as últimas duas etapas da Granja no ano passado para começar a ganhar experiência e foi isto que faltou, um pouquinho mais de experiência para entender que o Vinícius tinha mais finais”, completou Cleber, satisfeito com o bom desempenho do jovem Enrico, que garantiu o vice-campeonato nacional mesmo com a pouca vivência no esporte.

Top 3 da categoria Mirim: Gustavo Reis, Vinicius Tessaro e Enrico Martins

Top 3 da categoria Mirim: Gustavo Reis, Vinicius Tessaro e Enrico Martins

 

Texto: Juliana Bechelli – ClickSpeed
Foto: PlanetKart Imagens




Compartilhe esta notícia nas Redes Sociais: