Dennis Dirani vence Brasileireiro de Turismo e líderes abrem na frente

Turismo |
17 de agosto de 2015

Piloto da Shell Racing conquista segunda vitória no Brasileiro de Turismo, traz Márcio Campos na segunda posição e divide com o gaúcho o protagonismo na disputa pelo título

Dennis Dirani conquistou na manhã deste domingo (16) sua segunda vitória no Campeonato Brasileiro de Turismo em corrida válida pela quinta etapa da temporada 2015, disputada no Autódromo Internacional Ayrton Senna em Goiânia (GO). Ao vencer, o piloto da Shell Racing se consolida como vice-líder da classificação geral, 23 pontos atrás do líder Márcio Campos, que terminou em segundo lugar após várias voltas de disputa pela ponta.

O resultado de hoje foi uma inversão da primeira corrida, disputada no sábado, que horas depois teve confirmada a vitória de Campos e o segundo lugar de Dennis. Na pista o primeiro a receber a bandeirada havia sido Felipe Guimarães, mas após vistoria técnica pelos comissários da CBA foi constatada uma alteração na fixação da roda fônica do motor de ambos os carros da W2 Racing, “de modo a modificar o ponto de ignição” do motor, alteração que está em desacordo com o Artigo 7 do Regulamento Técnico do Campeonato Brasileiro de Turismo. Assim, Guimarães perdeu a vitória e Marco Cozzi o quinto lugar. Assim, a dupla largou das últimas posições na prova deste domingo.

Dirani, que largou da quinta posição, fez excelente saída e poucas voltas depois assumia a liderança com ultrapassagem sobre Pedro Boesel. Campos fez o mesmo caminho, galgando posições e alcançando a segunda posição. Felipe Guimarães, saindo de último, mostrou raça e já era o sexto na primeira volta. Assim como seus adversários na ponta, ele fez ultrapassagens e cruzou a linha de chegada na terceira posição.

Campos e Dennis protagonizaram durante a maior parte do tempo da prova a disputa pela vitória. O gaúcho da Motortech era mais rápido no miolo do circuito, enquanto Dirani conseguia abrir alguma margem na curva final e na reta dos boxes. Márcio fez várias investidas para tomar a ponta, mas o piloto da Shell conseguiu se manter à frente. A diferença entre os dois chegou a baixar de 0s1 na pista, mas nas voltas finais Campos teve de segurar o ímpeto: depois de tanto tempo ‘colado’ no adversário, a temperatura dos fluidos do motor de seu carro começaram a subir a níveis preocupantes.

“O carro começou a esquentar, porque andamos juntos o tempo inteiro. No final eu percebi que o pedal de freio já estava queimando a sola do pé e aí pensei que era hora de só levar o carro para casa, porque a segunda posição é ótima para a liderança do campeonato. Parabéns para o Dennis, que fez uma corrida perfeita, não errou nenhuma vez, e eu vinha tentando ali de todo jeito para fazê-lo errar. Agora escapamos um pouco do restante dos adversários, então ele agora passa a ser a ameaça mais imediata”, falou o segundo colocado da prova.

Em termos práticos, para Dennis o resultado não alterou a diferença que o separa da liderança do campeonato por causa da inversão de resultados em relação à prova de sábado. Mas tem um sabor especial. “Foi uma corrida bem divertida, larguei em quinto e fiz boas ultrapassagens. Tinha um ritmo bem forte, consegui abrir alguma vantagem. Do meio para a frente o Márcio chegou e estava com um ritmo muito forte e chegou. Ele tinha um carro mais rápido em entrada de curva, o meu era melhor na saída, e dali fomos jogando e no final consegui um respiro. Minha segunda vitória no automobilismo, então estou feliz da vida”, disse.

Terceiro colocado, Felipe Guimarães superou a desclassificação de sábado com um bom desempenho e também comemorou. “É algo a se comemorar. Comecei muito bem pela largada, porque dei uma sorte de desviar dos acidentes e fiquei esperto para aproveitar as oportunidades. Foi difícil passar o Robe, mas meu carro estava bom. Foi uma ótima recuperação largando de último, e acho que já estou craque em largar lá de trás neste ano – nem sei em quantas provas larguei de último. Mas o resultado foi muito bom”, afirmou.

A sexta etapa do Campeonato Brasileiro de Turismo acontece no circuito de Cascaval (PR) daqui duas semanas, nos dias 29 e 30 de agosto.

Resultado Corrida 2 – Brasileiro de Turismo:
1 – 128 – Dennis Dirani (Shell Racing) – 24 voltas em 36min56s770
2 – 31 – Marcio Campos (Motortech Competições) – a 1s416
3 – 66 – Felipe Guimarães (W2 Racing) – a 4s937
4 – 11 – Pedro Boesel (R Sports) – a 16s756
5 – 35 – Gabriel Robe (Motortech Competições) – a 16s971
6 – 9 – Felipe Donato (Nascar Motorsport) – a 19s802
7 – 25 – Jader David (Hitech Racing) – a 27s689
8 – 79 – Adibe Marques (Voxx Racing) – a 28s475
9 – 99 – Edson Coelho (J.Star Racing) – a 40s542
10 – 23 – Marco Cozzi (W2 Racing) – a 1 Volta
11 – 2 – Mauri Zaccarelli (R Sports) – a 1 Volta
12 – 33 – Antônio Matiazi (R K L Motorsports) – a 1 Volta
13 – 69 – Gustavo Myasava (Js Star Racing) – a 1 Volta
14 – 55 – Renato Braga (R K L Motorsports) – a 1 Volta
15 – 52 – Victor Amorim (R Sports) – a 1 Volta
16 – 36 – Flavio Matheus (Hitech Racing) – a 3 Voltas
17 – 86 – Gustao Frigotto (R K L Motorsports) – a 4 Voltas
NÃO COMPLETARAM 75%
18 – 28 – Danilo Dirani (Bravar) – a 12 Voltas
19 – 111 – Lukas Moraes (RR Racing) – a 15 Voltas
Volta mais rápida: Marco Cozzi, 1min31s434

Classificação do Campeonato após cinco etapas:
Top-10

1-) Márcio Campos – 139 pontos
2-) Dennis Dirani – 116
3-) Edson Coelho Jr – 95
4-) Pedro Boesel – 85
5-) Marco Cozzi – 82
6-) Gabriel Robe – 76
7-) Felipe Guimarães – 74
😎 Adibe Marques – 69
9-) Danilo Dirani – 67
10-) Felipe Donato – 67

Texto: Cleber Bernuci
Foto: Rafael Gagliano/ Hyset/ RF1



Compartilhe esta notícia nas Redes Sociais: