CKB: Super Final do 1º Turno tem Gustavo Zimmermann chegando em 3º, mas sagrando-se campeão

Kart Amador |
30 de julho de 2015

Subindo no degrau mais alto do pódio depois de uma bela atuação, Zimmermann fica isento de questões disciplinares e sagra-se campeão

A 6ª etapa da Copa KART BRASIL disputada no dia 19 de julho inaugurou o 2ª turno da temporada de 2015, assim como a etapa da KART NIGHT, que foi disputada na quinta-feira anterior. Como parte da comemoração do encerramento do 1º turno, o Clube KART BRASIL promoveu uma bateria extra no domingo, a Super Final, aberta aos cinco primeiros colocados do 1º turno da KART NIGHT e das categorias Estreantes, Light, Master e Xtreme da Copa KART BRASIL. Contando com 16 pilotos inscritos a bateria foi disputada com 7 minutos de tomada de tempos e 23 minutos de corrida utilizando o traçado Monza, no sentindo anti-horário. Aos cinco primeiros colocados foram entregues troféus alusivos ao evento. As punições aplicadas por atitude anti-desportiva foram por acréscimo de tempo.

Marcelo Tutiya recebeu a bandeira quadriculada na frente do pelotão, mas sofreu punição por atitudes antidesportivas pela direção de prova que lhe relegaram à 9ª colocação no resultado oficial. Haron Passartelli também sofreu penalização por atitude antidesportiva, que o derrubou da 2ª colocação na pista para o 5º posto no resultado oficial. Com as penalizações, Gustavo Zimmermann, o 3º colocado, foi promovido a vencedor da prova, a sua 2ª vitória no dia; uma vez que também ocupou o lugar mais alto do pódio na categoria Xtreme. Rodrigo Vieira ficou com o 2º degrau no pódio, ocupado também por Juliano Ballarin, no 3º, Marcelo Scaranari no penúltimo e Haron Passarelli no último.

Clube KART BRASIL (Foto: Camila Silvério)Clube KART BRASIL (Foto: Camila Silvério)

Tomada de Tempos

Rodrigo Vieira (foto acima) cravou a pole-position com o tempo de 42.582 em sua 7ª passagem, largando na pole-position e dividindo a 1ª fila com Gustavo Zimmermann, que obteve a marca de 42.674 em sua melhor volta. Assim a 1ª fila foi formada por pilotos da categoria Master da Copa KART BRASIL, a que reúne os pilotos mais experientes. Fábio Andrade, que participa da categoria Estreantes, ocupou a 3ª colocação no grid de largada com o tempo de 42.698, partindo ao lado de Marcelo Tutiya, da Master, com o tempo de 42.769. Gustavo Aldegheri, da Estreantes, abriu a 3ª fila na 5ª colocação com o tempo de 42.796. Rodrigo Amarante foi o melhor classificado na grelha de partida da categoria Light, alinhando na 6ª colocação com o tempo de 42.810.

Haron Passarelli, campeão do 1º turno da categoria Xtreme, largou em 7º lugar com o tempo de 42.858, ao lado de Everton Borges, piloto da Light, com o tempo de 42.901. Gustavo Mattedi, da KART NIGHT, foi o 9º colocado com o tempo de 43.014, dividindo a 5ª fila com Marcelo Scaranari, da Master, com 43.014. Note-se que menos de 0,5s separaram os 10 primeiros colocados. Bruno Dinamarco, da KART NIGHT, largou na 11ª posição com o tempo de 43.116, ao lado de Everson Nishioka, da Estreantes, com 43.157. A 7ª fila foi formada por pilotos da categoria Light: Henrique Bolognesi, no 13º posto, com 43.162 e Caio Gomes, a seguir, com 43.369. Juliano Ballarin Ferraioli, campeão do 1º turno da KART NIGHT, com 43.738 e Marcelo Carvalhaes da Estreantes, com 43.738, formaram a última fila.

Clube KART BRASIL (Foto: Camila Silvério)Clube KART BRASIL (Foto: Camila Silvério)

Corrida

Rodrigo Vieira manteve-se à frente do pelotão seguido por Marcelo Tutiya, o 4º colocado no grid e Haron Passarelli, que pulou da 7ª posição na largada para a 3ª no fechamento da 1ª volta. O trio seguia adiante de Gustavo Zimmermann, que havia largado em 2º, e de Fábio Andrade, o 3º na partida e que agora completava os cinco primeiros. Rodrigo Amarante era o 6º colocado à frente de Gustavo Aldegheri, Gustavo Mattedi, Everton Borges e de Marcelo Scaranari, que encerrava o bloco dos 10 melhores até então. Completavam o pelotão no giro inaugural a partir da 11ª colocação: Bruno Dinamarco, Juliano Ballarin Ferraioli (que havia largado no 15º posto) Henrique Bolognesi, Marcelo Carvalhaes, Caio Gomes e Everson Nishioka.

Na 2ª volta Rodrigo Vieira, Marcelo Tutiya, Haron Passarelli e Fábio Andrade, nessa ordem, ocupavam as 5 primeiras posições, assim como no giro anterior. Gustavo Mattedi, fazendo um bom início de prova, já aparecia na 6ª colocação, adiante de Gustavo Aldegheri e de Rodrigo Amarante, que caíra do 6º para o 8º lugar, além de tomar uma punição por atitude antidesportiva da direção de prova. Everton Borges, o 9º na primeira volta, teve um incidente caindo para o fundo do pelotão. Por conta disso, Bruno Dinamarco surgia na 9ª posição, após ultrapassar Marcelo Scaranari, o 10º colocado, que seguia adiante de Juliano Ballarin Ferraioli e de Henrique Bolognesi. Fechavam o pelotão ainda naquela volta: Caio Gomes, Everson Nishioka, Marcelo Carvalhaes e Everton Borges.

Clube KART BRASIL (Foto: Camila Silvério)Clube KART BRASIL (Foto: Camila Silvério)

Na 5ª volta Haron Passarelli (#31 – foto acima) vai para a liderança da corrida, seguido por Marcelo Tutiya (encoberto atrás de Haron), mas ambos recebem punição de acréscimo de tempo por atitude antidesportiva, Haron por um incidente com Tutiya e com Rodrigo Vieira (#48), que passa da liderança na volta anterior para a 3ª colocação na pista, adiante de Gustavo Zimmermann e Fábio Andrade, os 5 melhores classificados. Gustavo Aldegheri, Gustavo Mattedi, Rodrigo Amarante, Juliano Ballarin Ferraioli e Marcelo Scaranari completam o grupo dos 10 primeiros. Vinham a seguir, a partir da 11ª posição: Bruno Dinamarco, Caio Gomes, Everson Nishioka, Marcelo Carvalhaes, Henrique Bolognesi e Everton Borges.

Na 10ª volta Marcelo Tutiya, Haron Passarelli e Rodrigo Vieira continuavam na luta pela liderança da prova andando muito próximos. Gustavo Zimmermann diminuía a diferença do grupo de pilotos à sua frente para também entrar na disputa. Fábio Andrade já estava um pouco distante dos quatro que iam à sua frente e já tinha em seu encalço Gustavo Aldegheri, o 6º colocado. Juliano Ballarin Ferraioli continuava evoluindo na prova e vinha logo atrás de Aldegheri, depois de ultrapassar Rodrigo Amarante e Gustavo Mattedi, que seguiam à frente de Marcelo Scaranari na 10ª posição. Bruno Dinamarco estava adiante de Caio Gomes, que já se defendia dos ataques de Everson Nishioka. Marcelo Carvalhaes continuava à frente de Henrique Bolognesi, já alcançado por Everton Borges.

Clube KART BRASIL (Foto: Camila Silvério)Clube KART BRASIL (Foto: Camila Silvério)

Na 13ª volta Marcelo Tutiya continuava na ponta, mas Rodrigo Vieira havia superado Haron Passarelli, que seguia adiante de Gustavo Zimmermann, já não havendo praticamente diferença entre os 4 pilotos na luta pela liderança da prova. Àquela altura a briga também era muito boa pela 5ª colocação entre Fábio Andrade, Gustavo Aldegheri, Rodrigo Amarante e Juliano Ballarin, que havia sido ultrapassado por Amarante. Marcelo Scaranari também ultrapassou Gustavo Mattedi na luta pela 9ª posição. Bruno Dinamarco, Caio Gomes e Everson Nishioka também estavam envolvidos em uma disputa sem tréguas pela 10ª posição. Fechavam o pelotão: Marcelo Carvalhaes, Henrique Bolognesi e Everton Borges, que também disputavam entre eles cada palmo de asfalto da pista.

Na 17ª volta Marcelo Tutiya continuava líder. Rodrigo Vieira, Haron Passarelli e Gustavo Zimmermann persistiam grudados nele. Juliano Ballarin (#51 – foto acima) vinha em uma surpreendente 5ª colocação depois de superar, em apenas 4 voltas, na ordem, Rodrigo Amarante, Gustavo Aldegheri e Fábio Andrade, que por inexperiência deixou a porta aberta na curva da subida paralela à reta dos boxes perdendo posições. Marcelo Scaranari também se aproveitou do vacilo de Fábio Andrade para ocupar a 6ª colocação, adiante do próprio Fábio (#28), Rodrigo Amarante (#20), Gustavo Aldegheri e de Gustavo Mattedi, o 10º. Caio Gomes e Everson Nishioka utrapassaram Bruno Dinamarco, que caiu da 11ª para a 13ª colocação adiante de Everton Borges, Henrique Bolognesi e de Marcelo Carvalhaes.

Clube KART BRASIL (Foto: Camila Silvério)Clube KART BRASIL (Foto: Camila Silvério)

Na 18ª volta, Haron Passarelli superou Rodrigo Vieira na luta pela 2ª colocação, atrás de Marcelo Tutiya, que seguia na ponta. Gustavo Zimmermann continuava na 4ª colocação, adiante de Juliano Ferraioli Ballarin e de Marcelo Scaranari. Rodrigo Amarante já ocupava a 7ª posição com Gustavo Aldegheri logo atrás dele, ambos tendo superado Fábio Andrade. Na 20ª volta Haron Passarelli surgiu na liderança, adiante de Marcelo Tutiya e de Gustavo Zimmermann, que havia superado Rodrigo Vieira. Juliano Ballarin Ferraioli, Marcelo Scaranari, Rodrigo Amarante, Gustavo Aldegheri, Fábio Andrade, Gustavo Mattedi, Caio Gomes, Everson Nishioka, Bruno Dinamarco, Everton Borges, Henrique Bolognesi e Marcelo Carvalhaes continuavam com as suas posições inalteradas.

A disputa entre os quatro primeiros colocados era espetacular e na 29ª volta quem surgia na liderança era Gustavo Zimmermann (#31 – foto acima), adiante de Marcelo Tutiya (#25) e de Haron Passarelli (encoberto), com Rodrigo Vieira assistindo a tudo de perto. Juliano Ballarin Ferraioli conseguiu abrir alguma vantagem em relação a Marcelo Scaranari, que sofria o ataque direto de Rodrigo Amarante na luta pela 6ª colocação. Logo atrás deles Fábio Andrade havia superado Gustavo Aldegheri ficando com o 8º lugar, com os dois seguindo à frente de Gustavo Mattedi. Caio Gomes e Everson Nishioka continuavam em seu duelo particular pela 11ª posição. Everton Borges surgia a seguir depois de ultrapassar Bruno Dinamarco. Henrique Bolognesi e Marcelo Carvalhaes fechavam o pelotão.

Clube KART BRASIL (Foto: Camila Silvério)Clube KART BRASIL (Foto: Camila Silvério)

A corrida chegou à sua última volta com Marcelo Tutiya (#25 – foto acima) e Haron Passarelli (#15) recebendo, nessa ordem, a bandeira quadriculada depois de terem superado Gustavo Zimmermann (#31) bem no finalzinho da corrida. Rodrigo Vieira cruzou a linha de chegada na 4ª colocação, adiante de Juliano Ballarin. Marcelo Scaranari terminou na 6ª posição liderando um trenzinho formado por ele, Rodrigo Amarante, Fábio Andrade e Gustavo Aldegheri. Gustavo Mattedi foi o 10º colocado, depois de uma corrida isolada, chegando adiante de Caio Gomes e de Everson Nishioka. Everton Borges concluiu a bateria na 13ª posição, seguido de Bruno Dinamarco, Henrique Bolognesi e Marcelo Carvalhaes. A melhor volta da prova foi de Fábio Andrade, com o tempo de 42.454.

Depois de encerrada a corrida foram computadas as punições por acréscimo de tempo a quem no entender da direção de prova havia cometido atitudes antidesportivas. Rodrigo Amarante, Haron Passarelli e Marcelo Tutiya foram os pilotos que sofreram as punições, fato que acabou alterando os resultados em relação à classificação oficial e à formação do pódio. Rodrigo Amarante, que tomou a punição na 2ª volta da corrida, a terminou na 7ª colocação, mas perdeu 3 colocações, aparecendo na 10ª posição na classificação final. Haron Passarelli, o 2º classificado na prova, tomou a sua punição na 5ª volta e foi transferido para a 5ª colocação no resultado final. Marcelo Tutiya, que foi o 1º a cruzar a linha de chegada, tomou punições na 5ª e na 28ª voltas e figura na 9ª posição no resultado oficial.

Clube KART BRASIL (Foto: Camila Silvério)Clube KART BRASIL (Foto: Camila Silvério)

Gustavo Zimmermann, que chegou na 3ª colocação, foi declarado o campeão da Super Final, subindo no degrau mais alto do pódio depois de uma bela atuação, isenta de questões disciplinares. Rodrigo Vieira ocupou o 2º degrau do pódio após uma corrida em que largou na pole-position, ficou na liderança até a 4ª volta e continuou na briga pela vitória até o final; assistindo de perto a batalha à sua frente nas voltas finais entre Marcelo Tutiya, Haron Passarelli e Gustavo Zimmermann sem se envolver. Após largar na 15ª e penúltima posição do grid, Juliano Ballarin Ferraioli comemorou muito a 3ª colocação, resultado construído com calma ao longo da prova através de ultrapassagens precisas e oportunas.

Marcelo Scaranari também colheu os frutos de uma prova em que teve que manter a calma para galgar posições, depois de passar na 10ª colocação na 1ª volta. Haron Passarelli, o 2ª a cruzar a linha de chegada, mesmo, como vimos, com a punição de acréscimo de tempo por atitude antidesportiva, ainda ocupou o seu lugar no pódio com a 5ª colocação. Marcelo Tutiya levou consigo a emoção de ter recebido a bandeira quadriculada à frente dos demais, mas com a punição que sofreu figura apenas na 9ª colocação no resultado oficial. De qualquer forma, a Super Final reuniu pilotos de todas as categorias do Clube KART BRASIL e foi recheada de grandes disputas. Para coroar o evento, o suspense em relação ao vencedor perdurou até o final da prova em uma disputa de tirar o fôlego.

Confira o resultado oficial da Super Final:

1 – Gustavo Zimmermann

2 – Rodrigo Vieira

3 – Juliano Ballarin

4 – Marcelo Scaranari

5 – Haron Passarelli

6 – Fábio Andrade

7 – Gustavo Aldegheri

8 – Gustavo Mattedi

9 – Marcelo Tutiya

10 – Rodrigo Amarante

11 – Caio Gomes

12 – Everson Nishioka

13 – Everton Borges

14 – Bruno Dinamarco

15 – Henrique Bolognesi

16 – Marcelo Carvalhaes

 

Matéria Marcio Gessoni

Fotos Camila Silvério



Compartilhe esta notícia nas Redes Sociais: