1º Campeonato Virtual Speedland reúne amantes por games em São Paulo e é vencido por piloto do Brasileiro de Turismo

Outros |
8 de abril de 2016

A Speedland, novo centro de entretenimento inaugurado em outubro de 2015 e sediado na Zona Leste de São Paulo abrigou um disputado Campeonato de  Automobilismo Virtual em suas instalações na área destinada aos Simuladores. O desejo nasceu na vontade de dois irmãos que cuidam do setor, Danilo Colvalan e Kilder Colvalan quando assumiram a responsabilidade. Após diversas tratativas com a direção do estabelecimento ficou decidido que haveria apenas uma final à ser realizada no último domingo (03/04).

Após a divulgação do evento vários pilotos se inscreveram conforme a lista oficial, num total de 32 (trinta e duas) vagas. (conforme abaixo).

Dos 32 pilotos virtuais confirmados, apenas 07 não puderam comparecer por motivos diversos.

Na data da prova, durante o briefing, os pilotos receberam as instruções dos irmãos Kilder e Danilo, que explicaram as regras e suas alterações, bem como as punições para eventuais disputas que resultassem em toques, batidas e exclusões da corrida.

Destaque às presenças de Thiago Alves (foto), apresentador da Fox Sports no programa Fox Nitro e comentarista da transmissão da Nascar no Brasil.

E Lukas Moraes piloto profissional de automobilismo com passagem pela F3 Brasil e hoje no Brasileiro de Turismo pela RR Racing Team.

O jogo a ser utilizado foi o Game Stock Car, da Reiza, o carro foi o Stock Car V8 e a pista foi a de Interlagos sem a chicane.

Após o briefing e o sorteio dos participantes, teve início a primeira bateria classificatória, todas com duração de 20 minutos, onde somente 04 (quatro) participantes se classificariam para as semifinais e os demais participariam de uma repescagem.

 

O resultado da 1ª Bateria já evidenciou a qualidade do piloto Tadeu Costa, que representou a equipe Ghost Racer, que fez um “hat trick” (pole, melhor volta e vitória), conforme tabela abaixo:

 

1º BATERIA

1 Tadeu Costa (Ghost Racer)

2 Alexandre Sene (2Bits)

3 Thiago Borlenghi

4 Gabriel Bianchi

5 Rodrigo de Oliveira

6 Douglas Gobbs (Insanox MG Sports)

7 Leonardo do Amaral

8 Jarbas Munhoz (Clube do Volante/Stop and Go por causar um acidente)

 

A segunda bateria foi vencida pelo piloto Gustavo Ariel (Click Speed/One Photography Media), com pole, melhor volta e vitória, conforme abaixo:

 

2º BATERIA

1 Gustavo Ariel (Click Speed/One Photography Media)

2 Diogo Garcia (Kart Vintage Races)

3 Eraldo Silva (Ghost Racer)

4 Rafael Barbosa

5 Bruno Souza

6 Wesley Sandes

7 Guilherme Pereira

8 Cadu Escarlate (Fast Lap)

A terceira bateria foi vencida de ponta a ponta pelo piloto Lukas Moraes que representou a Sinister Race Team, com pole, melhor volta e vitória, conforme abaixo:

3º BATERIA

1 Lukas Moraes (Sinister Race Team)

2 Rodrigo Suardi 

3 Thiago Alves  (Fox Sports)

4 Angelo Mitne

5 Marco Silvério Jr

6 Iago Oliveira

7 Adalberto Mitne

8 Jefferson Ferreira

Após as 03 (três) primeiras baterias, teve início a fase de repescagem.  A 1ª bateria desta fase terminou assim:

1 Bruno Souza

2 Douglas Gobbs  (Insanox MG Sports)

3 Rodrigo de Oliveira 

4 Jarbas Munhoz (Clube do Volante)

5 Leonardo do Amaral (Eliminado)

A 2ª bateria teve  a seguinte classificação:

1 Cadu Escarlate (Fast Lap)

2 Guilherme Pereira  

3 Marco Silvério Jr 

4 Wesley Sandes

5 Adalberto Mitne (Eliminado)

6 Iago Oliveira (Eliminado)

A fase de repescagem teve ainda uma bateria final que terminou com a vitória de Bruno Souza e classificação dos 3 primeiros para a semifinal, conforme abaixo:

 

FINAL REPESCAGEM     

1 Bruno Souza

2 Jarbas Munhoz (Clube do Volante)

3 Rodrigo de Oliveira 

4 Douglas Gobbs (Insanox MG Sports/Eliminado)

5 Marco Silvério Jr (Eliminado)

6 Wesley Sandes (Eliminado)

7 Cadu Escarlate (Fast Lap/Eliminado)

8 Guilherme Pereira (Eliminado)

O piloto Bruno Souza foi outro destaque nesta fase. Experiente apenas em Gran Turismo nos consoles da Sony, foi muito bem em seu primeiro evento em um simulador profissional com o Game Stock Car, se mostrou talentoso vencendo 2 de 4 baterias em que participou, uma delas com muita facilidade, mas faltou experiência em momentos decisivos na final da repescagem.

Após a conclusão da fase de repescagem teve início a primeira semifinal do certame e foram bastante disputadas. A 1ª delas teve o seguinte resultado:

1º SEMI-FINAL 

1 Diogo Garcia (KVR)

2 Rafael Barbosa

3 Jarbas Munhoz  (Clube do Volante)

4 Thiago Borlenghi

5 Bruno Souza (Eliminado)

6 Rodrigo de Oliveira (Eliminado)

7 Thiago Alves (Fox Sports/Eliminado)

8 Gustavo Ariel (Click Speed/One Photography Media – DNF/Eliminado)

Nesta fase do certame o piloto Gustavo Ariel (Click Speed/One Photography Media) vinha se destacando na prova. Tendo largado da 3ª posição foi prejudicado ao utilizar o Push 2 Pass na reta oposta ao invés de utilizar na reta principal, fato que fez o mesmo cair para a 6ª posição. Após recuperar uma posição, em disputa para defender a mesma, acabou passando sobre a zebra no S do Senna e rodou o seu carro, quebrando a suspensão e abandonando a prova. Mesmo assim apresentou a melhor consistência na Live Racing com percentual de 99,57 % nesta prova. Diogo Garcia (KVR) abriu uma vantagem segura e venceu a prova de ponta à ponta, inclusive fazendo a volta mais rápida da Live Racing: 1:34.779 e passou a ser a volta mais rápida de todo o Campeonato. Um Temporal !!! A disputa então ficou entre Rafael Barbosa e Jarbas Munhoz (Clube do Volante).

 

A última semifinal foi bem emocionante e determinante para o resultado final. Na largada um toque envolvendo Alexandre Sene (2Bits/Reiza)  e Wellington Gandin (Insanox MG Sports) e que determinou um ponto final para ambos. Alexandre Sene (2Bits) foi punido com um stop and go e Wellington Gandim , mesmo caindo para último, o piloto da Insanox MG Sports estava literalmente pilotando no limite, virando tempo de classificação mas infelizmente forçou muito na volta 8 e rodou o seu carro, forçando uma parada no box. Destaque também para as atuações de Eraldo Silva (Ghost Racer), Gabriel Bianchi e Rodrigo Suardi, tendo os dois primeiros juntamente com Lukas Moraes (Sinister Race Team) e Tadeu Costa (Ghost Racer) avançado para a grande final. Veja o resultado abaixo:

2º SEMI-FINAL

1 Lukas Moraes (Sinister Race Team)

2 Tadeu Costa  (Ghost Racer)

3 Eraldo Silva (Ghost Racer)

4 Gabriel Bianchi

5 Rodrigo Suardi (Eliminado)

6 Alexandre Sene (2Bits/ recebeu um Stop and go / Eliminado)

7 Angelo Mitne (Eliminado)

8 Wellington Gandin (Insanox MG Sports/Eliminado)

 

A GRANDE FINAL

A classificação para a grande final já indicava que seria muito competitiva. Todos os pilotos no mesmo segundo, com pole de Tadeu Costa (Ghost Racer):

CLASSIFICAÇÃO PARA A FINAL

1 Tadeu Costa          1:35.103

2 Lukas Moraes        1:35.149

3 Eraldo Silva            1:35.360

4 Thiago Borlenghi   1:35.629

5 Rafael Barbosa      1:35.720

6 Gabriel Bianchi       1:35.869

7 Diogo Garcia          1:35.903

8 Jarbas Munhoz       1:35.998

FINAL RACE

A final foi muito competitiva. Enquanto os pilotos no final do grid se esforçavam para chegar lá na frente a disputa pela ponta ficou polarizada entre Tadeu Costa e Lukas Moraes com vantagem para Tadeu que liderou todas as voltas, menos a última, por um erro de cálculo. Ao aparecer o tempo restante zerado no display do jogo, o piloto da Ghost Racer cruzou a linha de chegada e desacelerou acreditando que havia vencido. Mas ao constatar que faltava mais uma volta acelerou novamente mas perdeu duas posições caindo para 3º, posição que manteve até o final da prova. Abaixo a tabela final e a premiação aos vencedores.

Premiação aos vencedores da grande final (foto: One Photography Media)

Eraldo Silva (Ghost Racer) (Vice-Campeão), Lukas Moraes (Sinister Race Team) (Campeão) e Tadeu Costa (Ghost Racer) (3º Colocado) (Foto: One Photography Media)

POSIÇÃO                 PRÊMIO

1 Lukas Moraes (01 Cockpit Extreme Racing)

2 Eraldo Silva  (01 volante add-on Stock Car para o G-27)

3 Tadeu Costa (01 Camisa Polo Reiza/Cockpit Extreme Racing)

4 Diogo Garcia (Boné Speedland)

5 Thiago Borlenghi (Boné Speedland)

6 Rafael Barbosa (Boné Speedland)

7 Jarbas Munhoz (Boné Speedland)

8 Gabriel Bianchi (Boné Speedland)

Um final eletrizante para um Campeonato que têm tudo para emplacar. O Automobilismo Virtual agradece aos apoiadores para que este evento pudesse acontecer. E continuaremos com o pé no fundo apoiando ainda mais!

A direção de prova gostaria  de agradecer a presença de todos e salientar também a saga de Wellington Gandin, da Insanox MG Sports, que viajou 900 Km para participar desta prova, passando o final de semana em São Paulo e retornando para a sua cidade de origem em Minas Gerais. Em texto publicado na página do facebook  da Speedland, menciona o sucesso do evento e agradece aos patrocinadores e apoiadores:

“O 1º Campeonato de Automobilismo Virtual foi um sucesso!
Com mais de 8 horas de duração e um total de 10 baterias, o campeonato foi disputado em alto nível, com presença de pilotos e equipes de renome no mundo do Automobilismo Virtual.
A Speedland agradece e parabeniza a todos os pilotos que acreditaram em nosso projeto e nos proporcionaram um momento único.
Parabéns aos Pilotos Lukas Moraes – Sinister Race Team pelo título de campeão, Eraldo Silva – Ghost Racer pelo vice-campeonato e Tadeu Costa – Ghost Racer pelo 3º lugar. Nosso agradecimento especial para:
Cockpit Extreme Racing pelo apoio e premiação aos Campeões, à One Photography Media (
www.facebook.com/onephotographymedia) pelas fotos profissionais no evento, à Fox Sports e ao Thiago Alves (Apresentador do FOX NITRO) e comentarista NASCAR pela participação e cobertura completa do evento, ao Portal Click Speed (www.clickspeed.com.br) pela matéria realizada sobre o campeonato e à  Fast Lap, Loja parceira da Speedland pela luva URACER cedida para sorteio aos pilotos”,  onde o premiado foi o Rodrigo Suardi (foto abaixo)

 

 

Emerson Santos/MTB 0080047 SP

Fotos: One Photography Media, Bruno Terena/RF1 e Divulgação Speedland.

 



Compartilhe esta notícia nas Redes Sociais: